Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento para a dermatite de estase

A dermatite de estase, ou eczema de estase, corresponde a uma inflamação crônica da pele que acontece na região inferior da pernas, principalmente nos tornozelos, devido à dificuldade do sangue retornar ao coração, se acumulando na região. Essa doença crônica é caracterizada pela alteração da cor da pele, que fica escurecida, devido à descamação, calor e edema.

O tratamento é feito de acordo com a orientação do dermatologista e deve ser feito o mais rápido possível para evitar o surgimento de complicações, como úlceras, por exemplo.

Como é feito o tratamento para a dermatite de estase
Como é feito o tratamento para a dermatite de estase

Principal causa

A principal causa da dermatite de estase é a insuficiência venosa, ou seja, quando o sangue não consegue retornar ao coração, se acumulando nas pernas. Assim, esse tipo de dermatite acontece com mais frequência em mulheres com problemas de varize e inchaço nas pernas.

Como é feito o tratamento

O tratamento da dermatite de estase tem como objetivo solucionar a insuficiência venosa, ou seja, permitir com que a circulação seja normalizada, diminuindo, assim, o acúmulo de sangue na parte inferior das pernas.

O dermatologista normalmente recomenda o uso de meias de compressão elástica e aconselham a pessoa a não ficar muito tempo sentado ou em pé. Além disso, pode ser indicada a realização de compressas úmidas, pomadas para o local da inflamação ou antibióticos orais de acordo com a orientação médica. É importante também ter alguns cuidados como proteger as lesões para evitar infecções e, quando possível, elevar as pernas para evitar o acúmulo de sangue.

Não é indicado passar cremes, pomadas ou usar antibióticos que não foram recomendados pelo médico, pois pode piorar a inflamação, levando a complicações como dermatite de contato, celulite infecciosa e surgimento de úlceras varicosas, que são feridas de difícil cicatrização localizadas no tornozelo e que surgem devido à má circulação. Quando as úlceras são muito agressivas, pode ser recomendada a realização de enxertos de pele para regenerar o tecido acometido. Entenda o que é a úlcera varicosa e como é feito o tratamento.

Sintomas da dermatite de estase

Os sintomas normalmente associados à dermatite de estase são: 

  • Pele vermelha e quente;
  • Descamação;
  • Escurecimento da pele;
  • Falta de circulação sanguínea nos tornozelos;
  • Feridas no local da inflamação;
  • Coceira;
  • Inchaço;
  • Maior chance de infecções bacterianas.

Quando surgirem os sintomas, é importante consultar um médico dermatologista para que seja feito o diagnóstico e o tratamento adequado possa ser iniciado.

O diagnóstico normalmente é feito por meio da observação dos sintomas e características da pele, mas também podem ser solicitados exames laboratoriais para avaliar o fluxo sanguíneo e exames de imagem como a ultrassonografia.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar