Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve o Contracep

O Contracep é um injetável que tem na sua composição medroxiprogesterona, que é um hormônio de progesterona sintético usado como contraceptivo, que funciona através da inibição da ovulação e da redução do espessamento do revestimento interno do útero.

Este remédio pode ser obtido nas farmácias com um preço de cerca de 15 a 23 reais.

Para que serve o Contracep

Para que serve

O Contracep é um injetável indicado como anticoncepcional para prevenir a gravidez com uma eficácia de 99,7%. Este remédio tem na sua composição medroxiprogesterona que atua impedindo que ocorra a ovulação, que é o processo em que o óvulo se libera do ovário, seguindo depois em direção ao útero, para depois poder ser fecundado. Veja mais sobre a ovulação e o período fértil da mulher.

Este hormônio de progesterona sintético inibe a secreção de gonadotrofinas, o LH e o FSH, que são hormônios produzidos pela hopófise do cérebro responsáveis pelo ciclo menstrual, evitando assim a ovulação e reduzindo a espessura do endométri, tendo como resultado uma atividade contraceptiva.

Como tomar

Este medicamento deve ser bem agitado antes de utilizar, de forma a se obter uma suspensão uniforme, devendo ser aplicado por via intramuscular nos músculos do glúteo ou da parte superior do braço, por um profissional de saúde.

A posologia recomendada é de uma dose de 150 mg a cada 12 ou 13 semanas, sendo que o intervalo máximo entre as aplicações não deve exceder as 13 semanas.

Possíveis efeitos colaterais

As reações adversas mais comuns que ocorrem com o uso de Contracep são nervosismo, dor de cabeça e dor abdominal. Além disso, dependendo da pessoas, este medicamento pode engordar ou emagrecer.

Com menos frequência, podem surgir sintomas como depressão, redução do apetite sexual, tontura, enjoo, aumento do volume abdominal, perda de cabelo, acne, erupção cutânea, dor nas costas, corrimento vaginal, sensibilidade das mamas, retenção de líquido e fraqueza.

Quem não deve tomar 

Este medicamento é contraindicado em homens, grávidas ou em mulheres que suspeitam estar grávidas. Também não deve ser usado em pessoas com alergia a qualquer componente da fórmula, com sangramento vaginal sem causa diagnosticada, neoplasia mamária, problemas no fígado, distúrbios tromboembólicos ou cerebrovasculaes e histórico de aborto retido.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar