Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

5 principais consequências da obesidade e como se proteger

A obesidade é uma doença caracterizada por excesso de peso, e facilmente identificada através do valor da relação entre o peso, a altura e a idade. Normalmente se atribui hábitos alimentares inadequados com ingestão exagerada de calorias associado ao sedentarismo que contribui para o aumento da reserva de gordura e peso corporal e também o aumento do risco de doenças como diabetes, hipertensão, colesterol alto, impotência e até infertilidade.

Estas doenças causadas pela obesidade são normalmente controladas e muitas vezes curadas quando se inicia o processo de emagrecimento.

5 principais consequências da obesidade e como se proteger

Fazer exercício físico, pelo menos, 3 vezes por semana como hidroginástica, pequenas caminhadas diárias de meia hora ou andar de bicicleta ajudam a prevenir as doenças ligadas à obesidade como diabetes, colesterol alto, hipertensão, dificuldades respiratórias e diminuição da fertilidade, no homem e na mulher. 

1. Diabetes

O aumento da ingestão calórica faz com que a insulina produzida pelo corpo seja insuficiente para todo o açúcar que é ingerido na alimentação, acumulando-se no sangue. Além disso, o próprio corpo começa a resistir à ação da insulina, facilitando o desenvolvimento de diabetes do tipo 2. Este tipo de diabetes é facilmente revertido com o emagrecimento e alguma atividade física. 

2. Colesterol alto

Além da gordura visível na barriga, coxas ou quadril, a obesidade também causa o acúmulo de gordura no interior dos vasos sanguíneos em forma de colesterol que aumenta o risco de AVC ou infarto, por exemplo.

3. Hipertensão

O excesso de gordura acumulada dentro e fora dos vasos sanguíneos dificulta a passagem do sangue pelo corpo, forçando o coração a trabalhar com mais força, o que não só aumenta a pressão arterial como pode levar ao surgimento de uma insuficiência cardíaca a longo prazo. 

4. Problemas respiratórios

O peso excessivo da gordura sobre o pulmão dificulta a entrada e saída de ar, o que normalmente leva a uma síndrome potencialmente fatal, que é a apneia do sono. Saiba mais sobre este problema.

5. Impotência e infertilidade

Os distúrbios hormonais causados pelo excesso de gordura podem não só aumentar a quantidade de pelos no rosto da mulher como levar ao desenvolvimento de ovário policístico que dificulta a concepção. Já no homem a obesidade compromete a circulação de sangue por todo o corpo, interferindo na ereção.

Além de tudo isso, o excesso de peso e a má alimentação estão relacionados ao aumento do risco de câncer de colo-retal e câncer da próstata no homem. Na mulher, a obesidade pode causar câncer de mama, endométrio, ovários e das vias biliares.

Como saber se é obesidade

É considerada obesidade quando o índice de massa corporal (IMC) é igual ou superior a 35 kg/m². Para saber se está em risco de desenvolver estas doenças insira aqui seus dados pessoais e faça o teste:

Erro
help
anos
Erro
help
m
Erro
help
kg
Erro
help
Erro
help
Imagem que indica que o site está carregando

Para evitar o isolamento e a depressão comuns entre os obesos e mais frequente quanto mais grave for a obesidade, é importante seguir um plano e estabelecer regras que devem ser seguidas independente da vontade.

Assista o vídeo para ver como emagrecer de forma saudável de forma a não engordar novamente.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • KASPER, Dennis et al. Harrison Principios de Medicina Interna. 16.ed. México. D.F.: Mc Graw Hill, 2006. 478-479.
  • CRUZ, Ricardo; BARRERA, Francisco; ARRESE, Marco. Obesidad e hígado graso no alcohólico. Acta gastroenterológica latinoamericana. Vol.25. S65-S69, 2014
  • SÁNCHEZ, César; IBÁÑEZ, Carolina; KLAASSEN, Julieta. Obesidad y cáncer: la tormenta perfecta. Revista Médica de Chile . 142.ed; 211-221, 2014
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem