Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Conheça as diferenças e saiba porque escolher parto normal ou cesária

O parto normal é melhor para a mãe e para o bebê porque além da recuperação ser mais rápida, permitindo que a mãe possa cuidar logo do bebê e sem dor, o risco de infecção da mãe é menor porque há menos sangramento e o bebê também tem menos risco de apresentar problemas respiratórios.

No entanto, a cesariana pode ser a melhor opção de parto em alguns casos. Apresentação pélvica (quando o bebe está sentado), gemelar (quando o primeiro feto está em posição anômala), quando ocorre desproporção céfalo-pélvica ou nos casos em que há suspeita de descolamento da placenta ou placenta prévia total ocluindo o canal de parto.

Conheça as diferenças e saiba porque escolher parto normal ou cesária

Diferenças entre parto normal e cesária

O parto normal e a cesariana variam entre si relativamente ao trabalho de parto e ao período pós-parto. Por isso, veja na seguinte tabela as principais diferenças entres os dois tipos de parto:

Parto NormalCesárea
Recuperação mais rápidaRecuperação mais lenta
Menor dor no pós-partoMaior do no pós-parto
Menor risco de complicaçõesMaior risco de complicações
Cicatriz menorCicatriz maior
Menor risco de o bebê nascer prematuroMaior risco do bebê nascer prematuro
Trabalho de parto mais longoTrabalho de parto mais curto
Com ou sem anestesiaCom anestesia
Amamentação mais fácilAmamentação mais difícil
Menor risco de doenças respiratórias no bebêMaior risco de doenças respiratórias no bebê

Nos casos de parto normal, geralmente a mãe pode levantar logo para cuidar do bebê, não tem dor após o parto e os partos futuros são mais fáceis, duram menos tempo e a dor ainda é menor, enquanto que na cesária, a mulher só pode levantar entre 6 e 12 horas depois do parto, tem dores e os partos futuros de cesariana são mais complicados.

A mulher pode não sentir dor durante o parto normal caso receba anestesia peridural, que é um tipo de anestesia que é dada no fundo das costas para que a mulher não sinta dor durante o trabalho de parto e que não prejudica o bebê. Saiba mais em: Anestesia peridural.

Nos casos de parto normal, em que a mulher não quer receber anestesia, este tem o nome de parto natural, e a mulher pode adotar algumas estratégias para aliviar a dor como mudar de posição ou controlar a respiração. Leia mais em: Como aliviar a dor durante o trabalho de parto.

Indicações da cesária

A cesária está indicada nos seguintes casos:

  • Gravidez de gêmeos quando o primeiro feto está pélvico ou em alguma apresentação anômala;
  • Sofrimento fetal agudo;
  • Bebês muito grandes, acima de 4.500 g;
  • Bebê na posição transversal ou sentado;
  • Placenta prévia, descolamento prematuro da placenta ou posição anormal do cordão umbilical;
  • Malformações congênitas;
  • Problemas maternos como AIDS, herpes genital, doenças cardiovasculares ou pulmonares graves ou doença inflamatória intestinal;
  • Realização de duas cesarianas anteriores.

Além disso, a cesariana também está indicada quando se tenta induzir o trabalho de parto através de remédios (se tenta uma prova de trabalho de parto) e este não evolui. No entanto, é importante lembrar que o parto por cesariana traz maiores riscos de complicações durante e após a cirurgia.

O que é o parto humanizado?

O parto humanizado é um parto em que a grávida tem controle e decisão sobre todos os aspetos do trabalho de parto como posição, local do parto, anestesia ou presença de familiares, e onde o obstetra e a equipe estão presentes para colocar em prática as decisões e vontades da gestante, tendo em consideração a segurança e a saúde da mãe e do bebê.

Desta forma, no parto humanizado, a grávida decide se quer um parto normal ou cesária, anestesia, na cama ou na água, por exemplo, cabendo apenas à equipe médica respeitar essas decisões, desde que não coloquem em risco a mãe e o bebê. Para saber mais vantagens do parto humanizado consulte: Como é um parto humanizado.

Saiba mais sobre cada tipo de parto em:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem