Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como usar absorvente interno de forma segura

​O absorvente interno como OB e Tampax são uma ótima solução para as mulheres poderem ir na praia, na piscina ou fazerem exercícios durante a menstruação.

Para usar absorvente interno de forma segura e evitar desenvolver infecções vaginais é fundamental estar com as mãos limpas sempre que introduzir ou retirá-lo e ter o cuidado de trocá-lo a cada 4 horas, mesmo que seu fluxo menstrual seja pequeno.

Além disso, para não pegar nenhuma infecção vaginal, que causa sintomas como coceira, ardência e corrimento esverdeado, é importante escolher o tamanho do absorvente adequado ao seu tipo de fluxo menstrual, quanto mais intenso o fluxo, maior deve ser o absorvente interno. Uma outra forma de evitar infecções é evitar usar o absorvente interno todos os dias porque o calor e a umidade no interior da vagina aumentam este risco.

Como usar absorvente interno de forma segura

Riscos de usar absorvente interno

Quando usado de forma correta, o absorvente interno é seguro e não faz mal à saúde, sendo uma forma higiênica de controlar a menstruação. Além disso, ele não machuca a pele, permite usar roupas à vontade sem se sujar e ainda diminui o odor desagradável da menstruação.

No entanto, para usar o absorvente interno de forma segura é fundamental troca-lo a cada 4 horas mesmo que a quantidade de fluxo seja pequena. Nunca se deve usar por mais de 8 horas seguidas, principalmente nos países muito quentes, como o Brasil, para evitar infecções e por isso não é recomendado dormir usando absorvente interno.

O uso do absorvente interno é contraindicado quando a mulher possui alguma infecção vaginal porque pode agravar a situação e também nos primeiros 60 dias após o parto porque é preciso verificar constantemente a cor, a textura e o cheiro do sangramento pós parto. Saiba mais sobre esta situação aqui.

Sinais de alerta para ir ao médico

Quando se usa absorvente interno deve-se ter especial atenção a sintomas, como:

  • Febre alta que surge de forma repentina;
  • Dor no corpo e dor de cabeça sem estar com gripe;
  • Diarreia e vômitos;
  • Alterações na pele semelhantes a uma queimadura de sol por todo o corpo.

Estes sinais podem indicar a síndrome do choque tóxico, que é uma infecção muito grave causada pelo uso inadequado do absorvente interno devido a proliferação de bactérias na vagina, que se propagam para o sangue, podendo afetar os rins e o fígado, sendo potencialmente fatal. Assim, se apresentar algum destes sintomas é necessário retirar imediatamente o absorvente e ir ao pronto socorro para fazer exames e iniciar o tratamento adequado que, normalmente é feito com antibióticos pela veia no mínimo durante 10 dias no hospital.

Como colocar o absorvente interno corretamente

Para colocar o absorvente interno corretamente sem se machucar, é preciso:

  1. Desenrolar o cordão do absorvente e esticá-lo;
  2. Encaixar o dedo indicador na base do absorvente;
  3. Separar os lábios da vagina com a mão livre;
  4. Empurrar suavemente o absorvente interno para dentro da vagina, mas em direção às costas, porque a vagina é inclinada para trás e assim fica mais fácil introduzir o absorvente.

Para facilitar a colocação do absorvente interno a mulher pode ficar de pé com uma perna apoiada em um lugar mais alto, como banco ou sentada no vaso sanitário com as pernas abertas e os joelhos bem afastados.

Conheça uma outra forma de conter a menstruação: Como usar o copo menstrual.

Absorventes interno e externoAbsorventes interno e externo

Os cuidados fundamentais para usar são:

  • Lavar as mãos antes de colocar e sempre que for retirar o absorvente interno;
  • Usar um protetor de calcinha como íntimus days, por exemplo, para evitar sujar a roupa íntima se houver pequenos escapes de sangue.

O absorvente interno pode ser usado por todas as mulheres saudáveis e também pelas meninas que ainda são virgens, sendo que neste caso é recomendado colocar o absorvente interno muito lentamente e usar sempre um absorvente pequeno para evitar romper o hímen. No entanto, mesmo com estes cuidados o hímen pode romper, à menos que ele seja complacente. Saiba o que é hímen complacente e as dúvidas mais comuns.

Veja outros cuidados que se deve ter com a saúde íntima feminina.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...