Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feita a cirurgia para engrossar as pernas

Para quem deseja ter as pernas grossas e definidas de forma rápida, mas não tem tempo para investir em exercícios físicos, uma boa opção é a cirurgia plástica, que pode ser feita após os 18 anos, e deixa as pernas bem torneadas e volumosas em pouco tempo. 

As cirurgias mais comuns feitas para engrossar as pernas são:

  • Implante de silicone nas coxas: é uma ótima forma de dar volume às pernas das pessoas que reclamam de perna finas, arqueadas ou até flácidas, o que é comum após o emagrecimento. A cirurgia é feita com anestesia peri-dural, dura cerca de 2 horas, e a prótese é inserida em um corte de cerca de 4 cm na região da virilha, colocada debaixo do músculo para dar um aspecto mais natural e firme. 
  • Lipoenxertia: é um procedimento que coloca nas coxas a gordura da lipoaspiração de outro local do corpo, como da barriga, e pode engrossar até 2 cm de diâmetro das pernas, feito com anestesia peri-dural. Este procedimento pode ser feito na mesma cirurgia que a lipoaspiração, sendo chamada de lipoescultura.

Estes procedimentos também podem ser feitos nas panturrilhas e glúteos, e são uma boa opção para quem deseja ter uma aparência mais proporcional das pernas, mas não consegue engrossar estes locais apenas com exercícios. Saiba como é feita a gluteoplastia para aumentar o bumbum

Os resultados definitivos são observados após 6 meses, quando já não há inchaços e a cicatrização está completa.

Como é feita a cirurgia para engrossar as pernas

Recuperação pós-operatória

A recuperação destes procedimentos é rápida, necessitando de apenas 1 dia de internação, sendo recomendado o uso de uma malha compressora e e realização de compressas de água fria para ajudar na recuperação. É orientado não fazer esforços ou pegar peso por 10 dias, e a atividade física está liberada após 1 a 2 meses. 

Podem ser usados analgésicos e anti-inflamatórios, como dipirona, ibuprofeno ou cetoprofeno, orientados pelo médico, para diminuir a dor, que é mais intensa nos primeiros 2 dias. 

As complicações destas cirurgias não são comuns, mas podem surgir infecção, acúmulo de sangue ou líquido, cicatrização irregular, trombose da perna ou, em caso de prótese, haver o seu deslocamento. 

Outras opções para engrossar as pernas 

Para engrossar as pernas de forma natural, o ideal é investir em exercícios físicos, como musculação, corrida, montanhismo, bicicleta ou outros que fortaleçam os músculos das pernas. Apesar de ser uma forma que leva mais tempo, é a mais saudável e recomendada para engrossar as penas. Veja alguns exercícios para engrossar as pernas, em casa ou na academia

Outro procedimento que existe é a dermolipectomia, também conhecida como lifting das coxas, que é feita puxando o excesso de pele da coxa para cima, com um pequeno corte na região da virilha, que, apesar de não aumentar o volume das pernas, as deixa mais definidas e sem flacidez. 

Mais sobre este assunto:
Carregando
...