Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como saber se está com vermes

O diagnóstico da presença de vermes intestinais, também chamados de parasitas intestinais, deve ser feito pelo médico de acordo com os sintomas apresentados pela pessoa e por exames laboratoriais capazes de identificar a presença de cistos, ovos ou larvas desses parasitas, sendo os mais frequentes de serem identificados a Giardia lamblia, a Entamoeba histolytica, o Ascaris lumbricoides, a Taenia sp. e o Ancylostoma duodenale, popularmente conhecido como amarelão.

É importante que o resultado do diagnóstico laboratorial seja confirmada pela presença dos sintomas, pois no caso da pessoa apresentar sintomas, mas o resultado ser negativo, é importante repetir o exame por pelo menos mais 2 vezes para que o resultado possa ser liberado como negativo. Na maioria das vezes, o resultado negativo só é dado quando são verificados 3 exames negativos em dias diferentes, isso porque pode sofrer interferência de alguns fatores.

Como saber se está com vermes

Como é feito o diagnóstico de vermes

O principal exame realizado para o diagnóstico de parasitoses intestinais é o exame parasitológico de fezes, já que ovos ou cistos desses parasitas podem ser encontrados nas fezes, uma vez que são parasitas intestinais.

Para fazer o exame, deve-se coletar uma ou mais amostras de fezes em casa, de preferência pela manhã e dando um intervalo de 2 ou 3 dias entre as coletas. Nestes casos ou quando não se pode levar as fezes logo para o laboratório, deve-se colocá-las na geladeira por até 12 horas ou pedir no laboratório potinhos de coleta com um líquido especial dentro, que serve para preservar as fezes por mais tempo.

Para que seja feita a coleta, a recomendação é que a pessoa evacue sobre um papel ou um recipiente limpo e utilize a espátula que vem no kit do exame para recolher uma pequena porção das fezes, que deve ser colocada no recipiente adequado e levada para o laboratório para que seja processada e analisada.

É importante lembrar que deve-se evitar o consumo de carnes vermelhas ou mal passadas no dia anterior ao exame e que não é permitido tomar medicamentos que afetem o funcionamento do intestino nos 7 dias anteriores à coleta das fezes, como laxantes, antibióticos, anti-inflamatório, antiparasitários e remédios contra diarreia.

Em alguns casos o diagnóstico é difícil devido à baixa carga parasitária e, por isso, é preciso que sejam feitas mais coletas e exames para que o diagnóstico seja feito corretamente, principalmente se houver sinais e sintomas indicativos de infecção intestinal por vermes.

Confira no vídeo a seguir algumas dicas para a coleta das fezes para o exame:

EXAME DE FEZES: Para que serve e como coletar

134 mil visualizações

Principais parasitas identificados

Os principais parasitas responsáveis por infecções intestinais são os protozoários e os helmintos, cujos cistos e ovos podem ser facilmente identificados nos exames de fezes, principalmente quando se trata de uma infecção aguda ou de elevada carga parasitária. Dentre os principais parasitas estão:

  • Protozoários responsáveis pela amebíase e giardíase que são a Entamoeba histolytica e a Giardia lamblia, cuja infecção acontece por meio da ingestão de cistos desse parasita presente em água e alimentos contaminados. Conheça os sintomas e tratamento da giardíase;
  • Helmintos responsáveis pela teníase, ascaridíase e ancilostomíase, também chamada de amarelão, que são a Taenia sp., popularmente conhecida como solitária, Ascaris lumbricoides e o Ancylostoma duodenale.

Normalmente esses vermes provocam sintomas como dor abdominal, inchaço, coceira no ânus, diarreia intercalada com prisão de ventre, cansaço e fraqueza muscular. Além disso, em alguns casos também é possível visualizar os vermes nas fezes ou no papel higiênico, sendo isso mais frequente de acontecer no caso da infecção pelo Enterobius vermicularis, popularmente chamado de oxiúrus.

Saiba reconhecer os sintomas de vermes.

Como deve ser o tratamento

O tratamento para vermes deve ser feito de acordo com a orientação do médico e tem como objetivo a eliminação do verme adulto, sendo na maioria das vezes recomendado o uso de Metronidazol, Albendazol e Mebendazol de acordo com o verme responsável pela infecção.

Esses medicamentos, porém, não combatem os ovos dos vermes, sendo necessário ter cuidados de higiene para evitar a reincidência do problema, como lavar frequentemente as mãos, não dividir toalha e roupas íntimas com outras pessoas e não colocar os dedos na boca. Entenda como deve ser o tratamento para vermes.

Bibliografia >

  • NEVES, David P. Parasitologia Humana. 12 ed. Editora Atheneu, 508-512.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem