Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como melhorar a voz para cantar bem

Para cantar melhor é preciso focar em alguns aspetos essenciais, como melhorar a capacidade respiratória, para conseguir manter uma nota sem ter de fazer pausas para respirar, melhorar a capacidade de ressonância e, por fim, treinar as cordas vocais e a laringe, para que fiquem mais fortes e consigam produzir sons mais harmoniosos.

Embora algumas pessoas nasçam com um dom natural para cantar e não precisem de muito treino, a grande maioria precisa treinar para obter uma voz de canto bonita. Por isso, da mesma forma que se treinam os músculos do corpo na academia, quem precisa cantar, ou tem esse desejo, também deve treinar a voz.

Para garantir os melhores resultados, o melhor sempre é participar em aulas de canto e ter um professor que ajude a treinar as falhas individuais, porém, para quem só precisa melhorar a voz para cantar em casa ou com os amigos, existem X exercícios simples que podem melhorar a voz em pouco tempo. Estes exercícios devem ser feitos pelo menos 30 minutos por dia:

Como melhorar a voz para cantar bem

1. Exercício para aumentar a capacidade respiratória

A capacidade respiratória é a quantidade de ar que o pulmão consegue reservar e utilizar e é muito importante para quem quer cantar, pois garante que se consegue manter um fluxo de ar constante passando nas cordas vocais, o que permite manter uma nota por mais tempo, sem precisar parar para respirar.

Uma forma simples de treinar o pulmão e aumentar a capacidade respiratória consiste em inspirar fundo e reter o máximo de ar possível dentro do pulmão, depois deve-se expirar lentamente o ar ao mesmo tempo que se faz o som 'ssssssss', como se fosse uma bola esvaziando. Durante o processo de deitar o ar para fora, pode-se contar quantos segundos dura e, depois, ir tentando aumentar esse tempo.

2. Exercício para aquecer as cordas vocais

Antes de começar qualquer exercício que utilize a voz é muito importante aquecer as cordas vocais, pois garante que estão prontas para serem bem trabalhadas. Este exercício é tão importante que pode até melhorar a voz em menos de 5 minutos, mas deve ser trabalhado frequentemente para garantir melhores resultados. Além de aquecer as cordas vocais, ajuda também a relaxar os músculos responsáveis pela produção dos sons. Veja outros exercícios que ajudam a relaxar os músculos e melhorar a dicção.

Para fazer o exercício, deve-se fazer um som semelhante a uma abelha "zzzz" e depois, ir subindo na escala em pelo menos 3 notas. Quando se atingir a nota mais alta, deve-se manter por 4 segundo e depois voltar a descer a escala.

3. Exercício para melhorar a ressonância

A ressonância está relacionada com a forma como o som produzido pelas cordas vocais vibra dentro da garganta e da boca, tal como acontece dentro de um violão quando se puxa uma das cordas, por exemplo. Assim, quanto maior o espaço para que essa ressonância possa acontecer, mais rica e cheia será a voz, tornando-a mais bonita para cantar.

Para treinar a capacidade de ressonância deve-se dizer a palavra "hâng", ao mesmo tempo que se tenta manter a garganta bem aberta e o céu da boca levantado. Depois de conseguir fazer isso, pode-se adicionar um 'á' no final da palavra, resultando em "hâng-áá" e fazer várias vezes repetidas.

Durante este exercício é fácil identificar que a parte de trás da garganta fica mais aberta e é esse movimento que se deve fazer quando se está cantando, especialmente quando é preciso manter uma nota.

4. Exercício para relaxar a laringe

Quando a laringe fica muito contraída durante o canto é comum sentir que se atingiu um "teto" na capacidade que se tem para cantar mais agudo, por exemplo. Além disso, a contração da laringe também provoca uma sensação de bola na garganta que pode acabar prejudicando a forma como a voz é produzida.

Assim, sempre que surgirem estes sinais, uma boa forma de voltar a relaxar a laringe consiste em dizer a palavra 'ah' e manter a nota por algum tempo. Depois, deve-se repetir o exercício até sentir que a laringe já está mais relaxada e que a sensação de bola na garganta está desaparecendo.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Carregando
...