Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como diferenciar a Pressão Baixa da Hipoglicemia

A hipoglicemia e a pressão baixa dificilmente conseguem ser diferenciadas apenas pelos sintomas sentidos, já que ambas as situações cursam com sintomas semelhantes, como dor de cabeça, tonturas e suor frio. Além disso, essa diferenciação pode ser ainda mais difícil em pessoas que têm tanto problemas de pressão arterial como diabetes, ou que tomam vários tipos de medicamentos.

Caso a pessoa esteja há mais de 3 ou 4 horas sem comer, provavelmente os sintomas são devido à diminuição da concentração de açúcar no sangue, ou seja, hipoglicemia. Outros sintomas que podem ajudar a diferenciar a pressão baixa da hipoglicemia são:

  • Sintomas de pressão baixa: Tontura, fraqueza, sensação de desmaio, visão escura ao se levantar, boca seca e sonolência. Veja quais são os sintomas e as possíveis causas de pressão baixa;
  • Sintomas de hipoglicemia: Tontura, coração acelerado, ondas de calor, suor frio, palidez, formigamento de lábios e língua, alterações no humor e fome, podendo apresentar perda de consciência, desmaio e até coma, em casos mais graves. Saiba o que pode causar a hipoglicemia.
Como diferenciar a Pressão Baixa da Hipoglicemia

Como confirmar 

Como alguns dos sintomas de hipoglicemia e de pressão baixa são parecidos, é necessário realizar análises específicas para que se possa diferenciar as duas situações, como:

  1. Medição da pressão arterial: O valor normal de pressão arterial é 120 x 80 mmHg, sendo indicativo de um quadro de pressão baixa quando se encontra igual ou inferior a 90 x 60 mmHg. Caso a pressão esteja normal e os sintomas presentes, pode ser hipoglicemia. Saiba como medir a pressão arterial;
  2. Medir a glicose: A medição da concentração de glicose no sangue é feita por meio de uma picada no dedo. Os valor normal de glicose no sangue é até 99 mg/dL, no entanto, se esse valor for abaixo de 70 mg/dL é indicativo de hipoglicemia. Veja quais são e como funcionam os aparelhos para medir a glicose.

O que fazer em caso de pressão baixa

Em caso de pressão baixa, é importante que a pessoa se sente ou deite em um local confortável e eleve as pernas, o que faz com que a circulação de sangue no cérebro aumente e, consequentemente, haja aumento da pressão arterial. Quando a pessoa passa a se sentir melhor, pode levantar-se, mas com cuidado e de modo a evitar realizar movimentos bruscos e repentinos. Saiba também como diferenciar os sintomas de pressão alta e pressão baixa.

O que fazer em caso de hipoglicemia

Em caso de hipoglicemia, a pessoa deve sentar e ingerir alimentos ricos em carboidratos de fácil digestão, como copo de água com açúcar ou um copo de suco de laranja natural, por exemplo. Depois de 10 a 15 minutos é importante avaliar novamente a concentração de glicose no sangue, e comer mais alimentos ricos em carboidratos, caso a concentração de glicose ainda se encontre abaixo de 70 mg/dL.

Se não existir aumento na concentração de glicose, mesmo após o consumo de carboidratos, ou caso aconteça desmaio, deve-se ir imediatamente ao hospital ou chamar uma ambulância por meio do número 192. Saiba mais o que fazer em caso de hipoglicemia.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem