Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que fazer para aumentar a testosterona

Para aumentar os níveis de testosterona circulantes no sangue é importante ter uma alimentação rica em zinco e vitaminas A e D, praticar atividade física, de preferência utilizando pesos, e ter uma boa noite de sono. Assim, é possível manter os níveis de testosterona normais e o bom funcionamento do organismo.

A testosterona é um hormônio presente tanto nos homens quanto nas mulheres, apesar de ser em menor quantidade, e está relacionado com a libido, fertilidade e características secundárias masculinas, como crescimento de pelos no corpo e aumento da massa muscular.

Geralmente, a testosterona deve ser aumentada quando seus valores são inferiores ao valor considerado normal para a idade da pessoa, porém o tratamento só deve ser iniciado por indicação do endocrinologista e em alguns casos, pode ser necessário usar suplementos, como Provacyl ou aplicar injeções, géis ou adesivos.

1. Ter uma alimentação rica em zinco e vitaminas

O que fazer para aumentar a testosterona

A alimentação também pode interferir diretamente nos níveis de testosterona circulantes. Assim, para aumentar naturalmente a testosterona é recomendado:

  • Ingerir alimentos ricos em zinco, como ostras, fígado, feijão, castanha ou sementes de girassol, por exemplo;
  • Ingerir alimentos ricos em vitamina D, como salmão, sardinhas ou ovo. Além disso, também é importante se expor ao sol diariamente, antes das 11h e depois das 16h, durante pelo menos 1 hora;
  • Comer alimentos ricos em vitamina A, como manga, espinafres, tomate ou óleo de peixe.

Além disso, é recomendado também que seja diminuído o consumo de alimentos com açúcar e soja, já que podem levar à redução da quantidade de testosterona.

É importante que a pessoa consulte um nutricionista para que sejam indicados os melhores alimentos e que seja estabelecido um plano alimentar de acordo com as necessidades nutricionais da pessoa.

2. Praticar atividade física

O que fazer para aumentar a testosterona

Os exercícios de musculação realizados na academia com pesos estimulam a produção de testosterona e, por isso, é recomendado que a pessoa realize atividade física de forma regular e intensa durante pelo menos 30 minutos usando halteres, barras e elásticos. Além disso, este tipo de exercício facilita a queima de gordura e leva ao aumento da massa magra. Veja quais atividades físicas aumentam a testosterona

3. Ter uma boa noite de sono

O que fazer para aumentar a testosterona

Uma boa noite de sono, dormindo mais de 5 horas seguidas, aumenta a produção de testosterona e diminui os níveis de cortisol, que é o hormônio do estresse e que pode promover o aumento do peso quando encontra-se em excesso, o que também pode interferir negativamente na produção de testosterona.

Além disso, deve-se dedicar 2 horas por dia para relaxar e realizar atividades de lazer, como ler, ver televisão ou passear.

4. Manter o peso adequado

Para evitar níveis de testosterona baixos, deve-se manter o peso corporal adequado de acordo com a idade e altura, pois assim é possível evitar a obesidade, o que também poderia diminuir os níveis de testosterona produzidos e circulantes no corpo. Além disso, para manter o peso adequado é importante que se tenha uma alimentação adequada e que seja praticada atividade física, o que estimula a produção de testosterona.

Calcule o seu IMC e veja se está dentro dos valores normais:

Erro
help
anos
Erro
help
m
Erro
help
kg
Erro
help
Erro
help
Imagem que indica que o site está carregando

5. Usar de suplementos

O que fazer para aumentar a testosterona

O uso de suplementos deve ser recomendado pelo médico, sendo normalmente indicados quando os níveis de testosterona são muito baixos e interferem diretamente na saúde. Assim, alguns suplementos que o médico pode indicar incluem Pro Testosterone, Provacyl e Testex, por exemplo.

Sinais de que é preciso aumentar a testosterona

Alguns sintomas que podem indicar níveis de testosterona baixos incluem:

  • Pouco interesse sexual;
  • Esquecimento constante;
  • Cansaço frequente;
  • Alterações de humor, prevalecendo sintomas de depressão;
  • Dificuldade em ter um corpo musculado e acúmulo de gordura;
  • Pouca quantidade de pelos no rosto, tronco e região intima;
  • Dificuldade em adormecer e muita agitação durante a noite;
  • Ossos frágeis e desenvolvimento de osteoporose.

Geralmente, é necessário ter mais de um sintoma associado e, no caso do médico suspeitar de testosterona baixa, pode indicar um exame de sangue para confirmar. Veja as causas e os sintomas da testosterona alterada.

Confira essas e outras dicas para aumentar a testosterona no vídeo a seguir:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem