Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como amamentar um bebê com fenilcetonúria

A amamentação para fenilcetonúricos é possível, mas tem que ser controlada porque o leite materno contém fenilalanina. E é recomendado que a quantidade de fenilalanina para um bebê até os 6 meses de vida se mantenha entre os 20 a 70 mg de fenilalanina por kg corporal.

Por isso o pediatra acompanha semanalmente a concentração de fenilalanina através dos resultados do exame de sangue do bebê e orienta a mãe sobre a quantidade de leite materno e de leite de farmácia sem fenilalanina que o bebê pode tomar, sem prejudicar o desenvolvimento físico e mental, garantido que o bebê cresça de forma saudável.

Como dar leite materno com segurança para o bebê com fenilcetonúria

Apesar de ser frequente excluir o leite materno da alimentação do bebê com fenilcetonúria fazendo a sua alimentação apenas com um leite de farmácia sem fenilalanina, é possível amamentar o bebê fenilcetonúrico, mas é necessário:

  • Fazer um exame de sangue no bebê todas as semanas, para verificar os valores de fenilalanina;
  • Calcular a quantidade de leite materno a dar para o bebê, de acordo com os valores de fenilalanina no sangue do bebê, segundo orientação do pediatra;
  • Calcular a quantidade de leite de farmácia sem fenilalanina, para completar a alimentação do bebê;
  • Retirar com a bomba a quantidade certa de leite materno que a mãe pode dar ao bebê;
  • Usar a mamadeira ou a técnica de Relactação para alimentar o bebê. 

É fundamental excluir da alimentação o aminoácido fenilalanina, para que o bebê não tenha problemas no desenvolvimento físico e mental, como retardo mental. Veja um exemplo da alimentação de um fenilcetonúrico em: Dieta para fenilcetonúria

Mais sobre este assunto:
Carregando
...