Colágeno tipo 1, tipo 2 e tipo 3: para que servem (e como tomar)

Atualizado em janeiro 2024

Colágeno é uma proteína que pode ser encontrada na pele, tecidos, cartilagens, ossos e músculos e vasos sanguíneos, sendo responsável por dar estrutura, firmeza e elasticidade à pele, proteger as articulações e construir massa muscular. 

O colágeno, na realidade, é um conjunto de vários tipos de proteínas do corpo que, quando juntas, formam o colágeno específico para uma certa área e função no corpo, existindo 3 tipos diferentes, o colágeno tipo 1, 2 e 3.

O colágeno pode ser encontrado em alimentos, como carne e gelatina ou suplementos alimentares em cápsulas ou sachês ou ainda usado na indústria cosmética em cremes e hidratantes para atenuar o envelhecimento da pele.

Imagem ilustrativa número 1

Colágeno tipo 1

O colágeno tipo 1 é o mais comum e abundante no corpo, sendo um componente da estrutura dos tecidos conjuntivos, como pele, unhas, cabelos, córnea, tendões, cartilagens, ossos, ligamentos e vasos sanguíneos.

Além disso, o colágeno tipo 1 faz parte da matriz intersticial que garante a integridade e mantém a interação entre as células.

As principais funções do colágeno tipo 1 no corpo são:

  • Melhorar a firmeza e elasticidade da pele;
  • Evitar o envelhecimento precoce da pele;
  • Fortalecer as articulações;
  • Aumentar a resistência das cartilagens;
  • Auxiliar no tratamento da osteoartrite;
  • Fortalecer as unhas e o cabelo;
  • Ajudar no processo de cicatrização.

Além disso, o colágeno tipo 1 é muito importante no processo de cicatrização da pele. No entanto, quando ocorre uma produção exagerada de colágeno durante a cicatrização, pode resultar na formação de queloides. Veja o que pode causar queloide e como evitar.  

Como tomar colágeno tipo 1

O colágeno tipo 1, ou colágeno hidrolisado, é extraído do osso e da cartilagem de animais, como bois e porcos, resultado da quebra de moléculas de proteína em partículas menores. 

Esse tipo de colágeno pode ser tomado na forma de suplementos em pó ou cápsulas, sendo que a dose recomendada para adultos é de cerca de 10 g de colágeno tipo 1 por dia.

O suplemento de colágeno tipo 1 pode ser tomado com as refeições, idealmente associado à vitamina C, já que esta vitamina potencializa os efeitos do colágeno no organismo.

É importante lembrar que a dose e o uso do colágeno tipo 1 devem ser sempre recomendados pelo dermatologista ou ortopedista.

Além da suplementação, pode-se também fazer uma alimentação rica em colágeno, ingerindo alimentos como carnes vermelhas, brancas ou gelatina, por exemplo. Veja mais alimentos ricos em colágeno.  

O colágeno tipo 1 pode também ser encontrado em produtos cosméticos, como cremes ou hidratantes anti-sinais. Sua produção também pode ser estimulada através da aplicação de bioestimuladores de colágeno na pele. Entenda o que são os bioestimuladores de colágeno e seus benefícios.  

Receba um tratamento mais completo!

Obtenha orientação especializada sobre o que tomar para se recuperar mais rápido.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Colágeno tipo 2

O colágeno tipo 2 é um tipo mais específico de colágeno, encontrado principalmente nas cartilagens e ossos. 

As principais funções do colágeno tipo 2 são:

  • Promover a flexibilidade e dar suporte às articulações;
  • Evitar o desgaste das cartilagens;
  • Reduzir a inflamação das articulações;
  • Reduzir lesões nas cartilagens;
  • Auxiliar no tratamento de artrite reumatoide ou osteoartrite.

Assim, uma das formas de ajudar o corpo a repor o colágeno nas cartilagens é o uso de suplementos à base de colágeno tipo 2, que reduz a inflamação e ajuda a aliviar os sintomas de dor nas articulações.

Como tomar colágeno tipo 2

O colágeno tipo 2, ou colágeno não desnaturado, é fabricado a partir de um processo diferente do colágeno tipo 1, tendo uma apresentação e propriedades diferentes também. 

É comercializado como colágeno tipo 2, mas pode ser encontrado associado a outros tipos, como o 3 e 4.

Este tipo de colágeno é tomado numa dose menor que o colágeno tipo 1, de aproximadamente 40 mg, em cápsula, uma vez por dia, idealmente em jejum.

Colágeno tipo 3

O colágeno tipo 3 é o segundo mais abundante no corpo, estando presente em tecidos moles, como músculos, parede dos vasos sanguíneos, útero e intestinos.

As principais funções do colágeno tipo 3 são:

  • Manter a integridade dos tecidos moles;
  • Fornecer resistência à tração nos tecidos moles;
  • Facilitar a agregação de plaquetas, contribuindo para a formação de coágulos sanguíneos.

O colágeno tipo 3 é produzido pelas células como um pré-prócolageno, sendo que mutações no gene que sintetiza o colágeno tipo 3, causam doenças como síndrome de Ehlers-Danlos.

Já o acúmulo excessivo de colágeno tipo 3 pode contribuir para o desenvolvimento de esclerose sistêmica, fibrose pulmonar ou cardíaca, cirrose hepática ou fibrose renal, por exemplo.

Como tomar colágeno tipo 3

O colágeno tipo 3 normalmente é encontrado em associação com o colágeno tipo 1 e/ou tipo 2, na forma de suplementos como colágeno hidrolisado.

Desta forma as doses recomendadas para adultos esses suplementos que contém associação de colágenos, são de 2,5 a 10 gramas por dia, devendo ser usados com indicação médica.