Citrus aurantium: o que é, para que serve (e como consumir)

Atualizado em novembro 2023

Citrus aurantium, ou laranja amarga, é uma planta utilizada na produção de suplementos que podem ser indicados para estimular o metabolismo, ajudar a emagrecer, melhorar o desempenho físico e favorecer o ganho de massa muscular.

O Citrus aurantium apresenta na sua composição alcaloides como a sinefrina e octopamina, que agem principalmente estimulando o organismo. Por isso, pode causar o aumento da pressão arterial e batimentos cardíacos, além do gasto de energia pelo corpo.

Os suplementos de Citrus aurantium normalmente são encontrados em farmácias e lojas de produtos naturais, sendo recomendado consultar um nutricionista ou clínico geral antes de usá-los devido aos possíveis riscos para a saúde.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

O suplemento de Citrus aurantium pode ser indicado para:

1. Estimular o metabolismo

Citrus aurantium apresenta alcaloides na sua composição, especialmente a sinefrina, que se acredita estimular o metabolismo, aumentando o gasto de energia, além de promover a queima da gordura e o consumo dos açúcares no sangue. Conheça alguns alimentos que estimulam o metabolismo.

2. Ajuda a emagrecer

Devido ao seu possível efeito no metabolismo, acredita-se que o suplemento de Citrus aurantium pode ajudar a emagrecer. Além disso, os alcaloides na sua composição também parecem diminuir o apetite, contribuindo com a perda de peso.

3. Melhorar desempenho físico

Acredita-se que a suplementação de sinefrina pode melhorar o desempenho físico em exercícios e esportes e, por isso, o uso de Citrus aurantium em suplementos algumas vezes pode ser indicado com este objetivo. 

4. Favorecer o ganho de massa muscular

Devido aos possíveis efeitos do compostos presentes no Citrus aurantium no desempenho físico, metabolismo e peso, acredita-se que o seu uso em suplementos pode favorecer o ganho de massa muscular, contribuindo para melhores resultados na academia. Confira algumas dicas para melhorar os resultados na academia.

5. Controlar o apetite

Os alcaloides presentes no Citrus aurantium, principalmente a sinefrina, parecem ajudar a controlar o apetite ao agirem sobre o estômago, reduzindo a sua velocidade de esvaziamento. Este efeito pode contribuir para diminuir a ingestão de alimentos. Saiba o que fazer para diminuir o apetite.

Como consumir

O suplemento de Citrus aurantium deve ser tomado de acordo com a orientação de um médico ou nutricionista 30 minutos antes das refeições, não se devendo ultrapassar 1600 mg por dia, o que corresponde a aproximadamente 3 cápsulas de 500 mg.

Além disso, deve-se ter cuidado ao usar o suplemento de Citrus aurantium com outras substâncias estimulantes, como a cafeína, porque parece existir um maior risco de efeitos colaterais, como palpitação ou tontura. 

Para saber como usar o Citrus aurantium em suplementos de forma correta e segura, pode marcar uma consultar com o nutricionista mais próximo de você usando a ferramenta abaixo:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Nutricionistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Possíveis efeitos colaterais

O uso de suplementos de Citrus aurantium parece estar relacionado com efeitos colaterais como o aumento dos batimentos cardíacos e/ou pressão arterial, palpitação, tontura, dor no peito e, nos casos mais graves, desmaio, arritmias ou infarto, por exemplo.

No entanto, são necessários mais estudos para que os efeitos colaterais do Citrus aurantium em suplementos possam ser comprovados.

Quem não deve tomar

O suplemento de Citrus aurantium é contraindicado em caso de: 

  • Crianças; 
  • Gestantes e mulheres amamentando;
  • Doenças como hipertensão ou diabetes; 
  • Uso medicamentos que podem aumentar a pressão arterial, como alguns descongestionantes nasais.

Além disso, este suplemento não é recomendado em caso de problemas neurológicos, cardíacos, da próstata ou tireoide, uso de medicamentos como antidepressivos ou antiarrítmicos e fatores de risco cardiovascular, como obesidade ou tabagismo.

Estas recomendações são baseadas principalmente nos possíveis efeitos colaterais de outros suplementos que têm uma ação parecida com os de Citrus aurantium. Por isso, o seu uso deve ser orientado idealmente por um médico ou nutricionista.