Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Cintilografia Pulmonar e para que serve

A cintilografia pulmonar é um exame de diagnóstico que avalia a presença de alterações na passagem do ar ou na circulação de sangue aos pulmões, sendo feito em 2 etapas, chamadas de inalação, também conhecida como ventilação, ou perfusão. Para a realização do exame é necessária a utilização de um medicamento com capacidades radioativas, chamados de Tecnécio 99m ou Gálio 67, e um aparelho para captar as imagens formadas.

O exame de cintilografia pulmonar é indicada, principalmente, para auxiliar o diagnóstico e tratamento da embolia pulmonar, mas também para observar a existência de outras doenças pulmonares, como embolia, infarto e enfisema pulmonar ou deformidades nos vasos sanguíneos, por exemplo. 

O que é Cintilografia Pulmonar e para que serve

Onde é feito

O exame de cintilografia pulmonar é feito em clínicas de imagem que contenham este aparelho, e pode ser feito gratuitamente, caso solicitado por um médico do SUS, como também feito em clínicas particulares através do plano de saúde ou pagando-se o valor que é, em média, R$ 800 reais, o que varia a depender do local realizado.

Para que serve

A cintilografia pulmonar é utilizada nos seguintes casos:

  • Tromboembolismo pulmonar, para diagnóstico e controle da doença, como a principal indicação. Entenda o que é e o que pode causar a embolia pulmonar;
  • Observar áreas dos pulmões onde não há ventilação adequada, situação chamada de shunt pulmonar;
  • Preparação de cirurgias pulmonares, por observar a circulação sanguínea do órgão;
  • Identificar causas de doenças pulmonares não esclarecidas, como enfisema, fibrose ou hipertensão pulmonar;
  • Avaliação de doenças congênitas, como malformações nos pulmões ou circulação sanguínea.

O exame de cintilografia também é realizado para observar alterações em outros órgãos, como rins, coração, tireóide e cérebro, por exemplo, ajudando a observar diversos tipos de alterações, como câncer, necrose ou infecções. Saiba mais sobre as indicações e como são feitos os exames  de cintilografia óssea, cintilografia do miocárdio e cintilografia da tireóide.

Como é feito e preparo

A cintilografia pulmonar é feita em 2 etapas:

  • 1ª etapa - Ventilação ou Inalação: é feita com a inalação de soro fisiológico contendo o radiofármaco DTPA-99mTc que se deposita nos pulmões, para em seguida, formar as imagens que são captadas pelo aparelho. O exame é feito com o paciente deitado numa maca, evitando se mover, e dura cerca de 20 minutos. 
  • 2ª etapa - Perfusão: realizada com uma injeção intravenosa de outro radiofármaco, chamado de MAA marcado com tecnécio-99m, ou em alguns casos específicos o Gálio 67, e as imagens da circulação sanguínea também são realizadas com o paciente deitado, durante cerca de 20 minutos.

Não é necessário jejum ou nenhum outro preparo específico para a realização da cintilografia pulmonar, entretanto, é importante levar exames que o paciente tenha feito durante a investigação da doença, para que o médico que avalia o exame possa interpretar o resultado de uma forma mais precisa. 

Mais sobre este assunto:


Carregando
...