Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar e tratar a colecistite

A colicistite consiste na inflamação da vesícula biliar, que normalmente acontece devido à presença de pedras que impedem a saída da bile, sendo conhecida como colecistite calculosa, que provoca o acúmulo excessivo da bile dentro do órgão e a sua inflamação.

Geralmente, a colecistite só acontece quando o canal biliar é completamente obstruido impedindo a pasagem da bile. Dessa forma, a colecistite pode ser aguda, quando a interrupção é grave e não desaparece, ou crônica, quando a interrupção desaparece e volta a surgir várias vezes ao longo do tempo.

Como identificar e tratar a colecistite

Em qualquer um dos casos, a colicistite deve ser tratada o mais rápido possível para evitar complicações mais graves como rompimento do órgão ou infecção generalizada.

Além disso, nos idosos e nas crianças, também é comum que a colecistite possa aparecer sem que existam pedras, estando relacionada a malformações no canal biliar ou tumores, por exemplo.

Que sintomas ajudam a identificar

Na maior parte dos casos, os sintomas de colecistite são fáceis de identificar e incluem:

  • Dor muito intensa na parte superior direita do abdômen;
  • Dor que irradia para o ombro direito ou para as costas;
  • Sensibilidade no abdômen quando se faz pressão com a mão;
  • Náuseas e vômitos frequentes;
  • Febre constante acima de 37,5º C.

Estes sintomas são mais frequentes alguns minutos após as refeições, sendo mais intensos após ingerir comidas gordurosas, pois a bile é utilizada pelo corpo para ajudar a digerir as gorduras.

Assim, quando surgem estes sintomas é recomendado consultar um gastroenterologista para fazer exames de diagnóstico, como tomografia computadorizada ou ultrassom, para avaliar se a vesícula biliar está inflamada e identificar o que está causando o problema, sendo mais fácil para escolher o tratamento adequado.

Como é feito o tratamento

O tratamento para colicestite geralmente é iniciado com o internamento no hospital para ajudar a controlar a inflamação e aliviar a dor. Assim, o tratamento pode incluir:

  • Jejum prolongado: como a vesícula é utilizada na digestão, o médico pode recomendar parar a ingestão de comida e água durante alguns dia para aliviar a pressão na vesícula e melhorar os sintomas;
  • Fluídos diretamente na veia: devido à restrição para comer ou beber é necessário manter a hidratação do organismo com soro fisiológico diretamente na veia;
  • Antibióticos diretamente na veia: ajudam a evitar uma infecção da vesícula biliar ou a tratar uma infecção que se tenha desenvolvido devido ao acúmulo da bile no interior do orgão;
  • Analgésicos: podem ser usados até que a dor alivie e a inflamação da vesícula reduza.

Além deste tratamento, também é comum que o médico sugira fazer uma cirurgia para retirar a vesícula biliar, pois ,mesmo quando a inflamação é tratada, pode voltar a surgir e causar complicações graves. Veja quando é indicada e como é feita esta cirurgia.

Já quando a colicestite é causada por tumores ou malformações, a cirurgia é sempre indicada para retirar o tumor ou corrigir a malformação que está impedindo a passagem da bile.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...