Chás para Pressão Alta: 8 melhores opções (e como preparar)

Atualizado em setembro 2023
Evidência científica

Alguns chás, como de cavalinha, de hibisco e capim-limão, ajudam a baixar a pressão alta mais rápido, porque têm propriedades diuréticas, que estimulam a eliminação do excesso de líquido do corpo pela urina, controlando a pressão arterial.

Além disso, outros chás que também ajudam a regular a pressão alta incluem chá de gengibre, de cúrcuma e de alho. Isso porque esses remédios promovem o relaxamento das artérias, facilitando a circulação de sangue.

No entanto, o uso dos chás naturais para pressão alta só deve ser feito sob a orientação de um médico. Isso porque alguns chás podem alterar o efeito de alguns remédios usados para tratar a hipertensão. Confira os principais remédios indicados para pressão alta.

Imagem ilustrativa número 1

Alguns chás indicados para baixar a pressão alta são:

1. Chá de cavalinha

Por ter ação diurética, o chá de cavalinha ajuda a baixar a pressão alta rapidamente, aumentando a eliminação do excesso de líquidos do corpo pela urina. Além disso, o chá de cavalinha também reduz o esforço que o coração faz para bombear o sangue, diminuindo a pressão arterial.

Ingredientes:

  • 1 colher (de sopa) do talo seco de cavalinha;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo:

Colocar a água numa panela e levar ao fogo para ferver. Ao apagar o fogo, adicionar o talo da cavalinha à panela, tapar e deixar repousar por cerca de 5 a 10 minutos. Coar e beber até 2 xícaras (de chá) por dia, por até 7 dias seguidos.

Esse chá não é recomendado para mulheres grávidas ou lactantes, assim como para crianças com menos de 12 anos e pessoas com insuficiência cardíaca, pressão baixa ou doenças renais.

2. Chá de hibisco

O chá de hibisco ajuda a baixar a pressão alta, pois favorece o relaxamento dos vasos sanguíneos. Além disso, esse chá também contém antocianinas, flavonoides que garantem o seu efeito diurético. Conheça todos os benefícios do chá de hibisco.

ingredientes:

  • 1 colher (de sopa) de flores de hibisco desidratadas;
  • 400 ml de água.

Modo de preparo:

Colocar a água em uma panela e ferver. Após apagar o fogo, acrescentar as folhas de hibisco, tampar a panela e deixar descansar por 5 minutos. Coar e beber até 2 xícaras por dia.

Pessoas que usam medicamentos para controle da pressão alta ou diabetes devem consultar o médico antes de tomar esse chá, já que esses medicamentos podem alterar os efeitos desses remédios.

Além disso, o consumo desse chá só deve ser feito sob orientação médica em caso de gravidez, amamentação, crianças com menos de 12 anos, pessoas com doença no fígado ou rins.

3. Chá de gengibre

Por ter propriedades relaxantes, anti-inflamatórias, antioxidantes, vasodilatadoras e anticoagulantes, o chá de gengibre melhora a elasticidade e o relaxamento das artérias, facilitando a circulação de sangue e ajudando a equilibrar a pressão alta.

Além disso, o chá de gengibre inibe a enzima conversora de angiotensina, uma enzima responsável pela contração dos vasos sanguíneos, evitando o aumento da pressão arterial.

ingredientes:

  • 2 a 3 cm de gengibre fresco ralado;
  • 200 ml de água.

Outra forma de preparar esse chá, é colocando 1 colher de sopa de gengibre em pó em 1 litro de água.

Modo de preparo:

Colocar a água e o gengibre numa panela e levar ao fogo para ferver por cerca de 10 minutos. Desligar o fogo, tampar a panela e, quando estiver morno, coar e beber em seguida. Pode-se tomar até 3 xícaras de chá de gengibre por dia.

Pessoas que usam medicamentos para pressão alta, diabetes, anticoagulantes e anti-inflamatórios, só devem consumir o chá de gengibre sob a orientação de um médico, pois ele pode alterar o efeito desses remédios.

O chá de gengibre é contraindicado para crianças com menos de 6 anos e pessoas com pedras na vesícula ou irritação no estômago. Apesar de ser considerado seguro durante a gravidez, o uso do chá de gengibre só deve ser usado com a orientação de um médico.

4. Chá de oliveira

O chá de oliveira ajuda a relaxar os vasos sanguíneos, por conter polifenóis que regulam a pressão arterial, podendo, por isso, ser usado para complementar o tratamento da hipertensão. Confira todas as propriedades do chá de oliveira.

Além disso, o chá de oliveira também promove um efeito calmante e relaxante, ajudando a controlar os sintomas de pressão alta em pessoas que sofrem de ansiedade, por exemplo.

Ingredientes:

  • 1 colher (de sobremesa) de folhas de oliveira picadas;
  • 100 ml de água.

Modo de preparo:

Colocar a água numa panela e levar ao fogo para ferver. Após apagar o fogo, acrescentar as folhas de oliveira, tapar a panela e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Coar e beber. Pode-se tomar até 200 ml desse chá por dia, por até 4 semanas.

O uso deste chá é contraindicado durante a gravidez, amamentação e para crianças com menos de 18 anos. Pessoas que usam remédios diuréticos ou que têm problemas nos rins, só devem tomar esse chá com a orientação de um médico.

5. Chá de alho

Por conter alicina, um composto sulfurado com ação antioxidante, anti-inflamatória e vasodilatadora, o chá de alho aumenta a dilatação dos vasos sanguíneos e melhora a circulação de sangue, sendo, por isso, um ótimo remédio caseiro para baixar a pressão alta.

Ingredientes:

  • 1 dente de alho esmagado ou picado;
  • 1 xícara (de chá) de água.

Modo de preparo:

Ferver a água numa panela e, após desligar o fogo, adicionar o alho esmagado. Tampar a panela, deixar repousar por 5 minutos, coar e beber 1 xícara do chá por dia.

O chá de alho não deve ser consumido por crianças com menos de 2 anos ou por pessoas com gastrite, úlcera gástrica, pressão baixa ou hemorragia. Além disso, esse chá só deve ser usado por mulheres grávidas ou que estejam amamentando, com orientação médica.

No caso de pessoas que usam remédios para pressão alta ou anticoagulantes, o chá de alho só deve ser usado sob a recomendação de um médico.

6. Chá de camomila

O chá de camomila pode ajudar a regular a pressão alta, por conter flavonoides, polifenóis que promovem a elasticidade e a saúde das artérias, melhorando a circulação de sangue.

Além disso, esse chá também tem ação calmante, ajudando a relaxar os vasos sanguíneos e melhorando, assim, a pressão arterial. Conheça todos os benefícios do chá de camomila.

Ingredientes:

  • 1 colher (de sopa) de flores de camomila desidratadas;
  • 1 xícara (de chá) de água.

Modo de preparo:

Ferver a água numa panela ou chaleira. Após apagar o fogo, acrescentar as flores de camomila, tampar a panela e deixar repousar por 5 minutos. Coar e beber. É aconselhado tomar até 4 xícaras desse chá por dia.

O chá de camomila não é indicado para bebês com menos de 6 meses. Pessoas que usam anticoagulantes, sedativos, analgésicos ou outros medicamentos, devem sempre falar com um médico antes de tomar o chá de camomila.

Além disso, o chá com a camomila (Matricaria recutita) pode ser usado durante a gravidez e a amamentação. Já o chá de camomila-romana deve ser evitado nessas situações.

7. Chá de cúrcuma

Por ter curcumina, um polifenol com ação antioxidante, o chá de cúrcuma melhora as funções dos vasos sanguíneos, promovendo o relaxamento das artérias e regulando a pressão arterial.

Ingredientes:

  • 1 colher (de chá) de cúrcuma em pó:
  • 150 ml de água.

Modo de preparo:

Ferver a água e, após apagar o fogo, adicionar a cúrcuma em pó. Tampar a panela, deixar agir por 10 minutos e beber em seguida. Tomar até 3 xícaras desse chá por dia.

O chá de cúrcuma é contraindicado para pessoas que usam remédios anticoagulantes ou que tenham bloqueio das vias biliares devido à presença de pedras na vesícula.

Além disso, durante a gravidez ou período de amamentação, esse chá só deve ser usado sob orientação de um médico.

8. Chá de capim-limão

O chá de capim-limão, ou capim-santo, tem ação diurética, eliminando o excesso de  líquido corporal pela urina e ajudando, assim, a controlar a pressão alta. Veja para que serve o capim-limão.

Além disso, o citral, o limoneno e o geraniol, que são compostos antioxidantes e anti-inflamatórios presentes no capim-limão, também promovem o relaxamento  das artérias, melhorando a circulação de sangue e prevenindo a pressão alta.

Ingredientes:

  • 1 colher (de sopa) de folhas frescas de capim-limão;
  • 1 xícara (de chá) de água.

Modo de preparo:

Após ferver a água, acrescentar as folhas de capim-limão, tampar e deixar repousar por 5 minutos. Coar e beber em seguida. Pode-se tomar até 4 xícaras desse chá por dia.

O chá de capim-santo não é indicado para mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Assim como não deve ser usado por crianças com menos de 18 anos, pessoas com doenças no coração, rins ou fígado.

Além disso, pessoas que usam medicamentos com efeito calmante ou para controlar a pressão arterial, devem consultar um médico antes de consumir esse chá.