Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas e tratamento para Câncer Ósseo Secundário

O câncer ósseo secundário, também conhecido por metástases ósseas, é a forma mais frequente de câncer no esqueleto e, na maioria das vezes, é consequência de um tumor primário. Ou seja, antes dos ossos terem serem afetados, ocorreu o desenvolvimento de um tumor maligno em outro local do corpo, como pulmão, próstata, rins, tireoide, bexiga ou estômago e as células cancerígenas do tumor primário se deslocam até aos ossos através do sangue ou da linfa.

O câncer secundário nos ossos, pode surgir devido a qualquer tipo de tumor, porém os tipos que apresentam maior probabilidade de se espalhar para os ossos são o tumor na mama, pulmão, próstata, rim e tireoide. 

Além disso, o câncer secundário nos ossos normalmente, não tem cura, pois surge num estado muito avançado do câncer, sendo seu tratamento paliativo, mantendo o conforto do paciente para diminuir o mal-estar e a dor.

Sintomas e tratamento para Câncer Ósseo Secundário

Principais sintomas 

Os principais sintomas de câncer ósseo secundário, podem ser:

  • Dor nos ossos, muito intensa durante o descanso e principalmente de noite, não sendo aliviadas com a toma de analgésicos;
  • Dificuldade de movimentação;
  • Febre;
  • Perda de peso sem razão aparente;
  • Dor nos músculos.

Além desses sintomas, a ocorrência de fraturas sem causa aparente também pode ser sugestivo de câncer nos ossos, devendo ser investigado.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico de câncer nos ossos é baseado na história clínica, exame físico e realização de exames complementares. Assim, podem ser indicadas a realização de radiografia, tomografia, ressonância magnética e cintilografia óssea, que é um exame que permite identificar metástases. Entenda como é feito o exame de cintilografia óssea.

Tratamento para o câncer ósseo secundário

O tratamento para o câncer ósseo secundário é realizado por uma equipe multidisciplinar, que deve ser constituída por ortopedista, oncologista, clínico geral, psicólogo, radioterapeuta e equipe de enfermagem.

O tratamento tem como objetivo principal tratar o câncer primário e evitar fraturas patológicas, sendo, por isso, muitas vezes realizada cirurgias preventivas visando prevenir complicações e melhorar a qualidade de vida da pessoa.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem