Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba o que é Bisfenol A e como identificá-lo em embalagens de plástico

O Bisfenol A, também conhecido pela sigla BPA, é um composto muito utilizado para fazer plásticos de policarbonato e resinas epoxi, sendo comumente utilizado em recipientes para armazenar comida, garrafas de água e de refrigerantes e em latas de alimentos em conserva. No entanto, quando esses recipientes entram em contato alimentos muito quentes ou quando são colocados no micro-ondas, o bisfenol A presente no plástico contamina o alimento e acaba sendo consumido juntamente com a comida.

Além de estar presente em embalagens de alimentos, o bisfenol também pode ser encontrado em brinquedos de plástico, produtos de cosmética e papel térmico. O consumo excessivo dessa substância tem sido ligado a maiores riscos de doenças como câncer de mama e de próstata, mas são necessárias grandes quantidades de bisfenol para se ter esses prejuízos na saúde.

Como identificar o Bisfenol A nas embalagens

Para identificar produtos que contenham bisfenol A deve-se observar nas embalagens a presença dos números 3 ou 7 no símbolo de reciclagem do plástico, pois esses números representam que o material foi feito utilizando o bisfenol.

Símbolos de embalagens que contêm Bisfenol ASímbolos de embalagens que contêm Bisfenol A
Símbolos de embalagens que não contêm Bisfenol ASímbolos de embalagens que não contêm Bisfenol A

Os produtos plásticos mais utilizados e que contêm bisfenol são utensílios de cozinha como mamadeiras, pratos e recipientes plásticos, estando presentes também em CDs, utensílios médicos, brinquedos e eletrodomésticos.

Assim, para evitar o contato excessivo com essa substância, deve-se preferir utilizar objetos que sejam livres de bisfenol A. Veja algumas dicas sobre Como evitar o bisfenol A.

Quantidade permitida de Bisfenol A

A quantidade máxima permitida para consumir de bisfenol A é de 4 mcg/kg por dia para evitar malefícios à saúde. No entanto, a média de consumo diário de bebês e crianças é de 0,875 mcg/kg, enquanto a média para adultos é de 0,388 mcg/kg, mostrando que o consumo habitual da população não traz riscos à saúde.

No entanto, mesmo os riscos dos efeitos negativos do bisfenol A serem muito pequenos, ainda é importante evitar o consumo exagerado de produtos que contenham essa substância, a fim de prevenir doenças.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...