10 benefícios da goiaba: como consumir e como fazer o chá

fevereiro 2022

A goiaba é uma fruta capaz de promover a melhora da saúde do trato gastrointestinal, aumentar as defesas do organismo, favorecer a perda de peso e promover a saúde da pele, já que é rica em fibras, antioxidantes e outros nutrientes, como as vitaminas A, B e C.

Todos os benefícios da goiaba são devido às suas propriedades antioxidantes, antidiabéticas, anti-hipertensivas, anti-inflamatórias, analgésicas, hipocolesterolêmicas, antiespasmódicas, antimicrobianas e adstringentes.

O nome científico da goiaba é Psidium guajava, tem um sabor doce e a sua polpa pode ser rosada, branca, vermelha, amarela ou alaranjada, podendo ser consumida inteira, na forma de suco, sobremesas ou chás, que são feitos utilizando as folhas da goiaba.

Os principais benefícios da goiaba para a saúde são:

1. Melhora a digestão

A goiaba é uma fruta rica em fibras que estimulam os movimentos intestinais, melhorando a digestão. Além disso, quando se ingere com casca, ajuda a combater a acidez do estômago, sendo excelente para o tratamento de úlceras gástricas e duodenais.

2. Aumenta as defesas do organismo

A goiaba é uma das frutas mais ricas em vitamina C, um nutriente que ajuda a aumentar as células de defesa do organismo, melhorando o sistema imunológico e fazendo com que exista uma maior resistência contra vírus ou bactérias.

3. Melhora a diarreia

Alguns estudos científicos indicam que o extrato das folhas de goiaba possui propriedade adstringente, antiespasmódica e antimicrobiana, o que ajuda a diminuir a diarreia (aguda ou crônica), a dor abdominal e os microrganismos responsáveis pela diarreia, podendo ser consumido na forma de chá.

4. Favorece a perda de peso

Cada goiaba tem cerca de 54 calorias, podendo ser consumida numa dieta para baixar de peso como sobremesa ou lanche, já que também é rica em pectina, um tipo de fibra que favorece a sensação de saciedade, diminuindo naturalmente a fome.

Para saber qual é o seu peso ideal, insira seus dados na calculadora a seguir:

Erro
anos
Erro
cm
Erro

5. Cuida da saúde da pele

O consumo de goiaba rosa ou vermelha é excelente para a pele, pois é rica em licopeno, um composto antioxidante que ajuda a proteger a pele do dano causado pelos raios ultravioletas do sol e a regular a quantidade de radicais livres circulantes no corpo, prevenindo, assim, o envelhecimento prematuro da pele.

Além disso, a goiaba contém vitamina C, um micronutriente que é necessário para a produção de colágeno no organismo, que é uma proteína fundamental para manter a elasticidade e a firmeza da pele.

6. Diminuir o colesterol mal, o LDL

A goiaba é rica em fibras solúveis como a pectina e rica em vitamina C. As fibras solúveis facilitam a eliminação do colesterol através das fezes, reduzindo sua absorção, diminuindo sua quantidade no sangue e favorecendo sua excreção na bile.

Além disso, como contém antioxidantes, ajuda a prevenir a oxidação do colesterol LDL, assim como aumentar os níveis de HDL, também conhecido como colesterol bom.

7. Ajuda a regular a pressão arterial

Por ser rica em antioxidantes, especificamente polifenois, a goiaba ajuda a diminuir a pressão arterial, pois favorece o relaxamento dos vasos sanguíneos e melhora a função vascular. Além disso, possui potássio, um mineral que favorece a excreção de sódio através da urina, ajudando também a regular a pressão.

8. Diminuir as cólicas menstruais

Alguns estudos indicam que o extrato de goiaba proveniente da suas folhas poderia ajudar a reduzir a intensidade das cólicas menstruais, já que possui propriedades analgésicas capazes de aliviar a dor e o mal estar.

9. Prevenir e melhorar a anemia

A vitamina C presente na goiaba favorece a absorção de ferro a nível intestinal, devendo essa fruta ser consumida juntamente com os alimentos ricos em ferro de origem vegetal, prevenindo o desenvolvimento da anemia e melhorando os sintomas.

10. Prevenir o câncer

O extrato das folhas de goiaba possui propriedade antioxidante e antitumorais, podendo ajudar a prevenir alguns tipos de câncer, como o de pulmão, colorretal, cervical, de mama e gástrico.

Informação nutricional da goiaba

Na tabela a seguir são indicadas as informações nutricionais por cada 100 gramas da goiaba branca e da goiaba vermelha:

Componentes por cada 100 gramasGoiaba brancaGoiaba vermelha
Energia52 calorias54 calorias
Proteínas0,9 g1,1 g
Gorduras0,5 g0,4 g
Carboidratos12,4 g13 g
Fibras6,3 g6,2 g
Vitamina A (retinol)-38 mcg
Vitamina B1traços0,05 mg
Vitamina B2traços0,05 mg
Vitamina B3traços1,20 mg
Vitamina C99,2 mg80,6 mg
Cálcio5 mg4 mg
Fósforo16 mg15 mg
Ferro0,2 mg0,2 mg
Magnésio7 mg7 mg
Potássio220 mg198 mg

Como consumir

A goiaba pode ser consumida inteira, em sucos, vitaminas, compotas ou na forma de sorvete. Além disso, com as folhas também é possível preparar chás. A porção recomendada para consumo é de 1 unidade de cerca de 150 gramas por dia. 

Veja como preparar algumas receitas simples com goiaba:

1. Suco de goiaba

Ingredientes

  • 2 goiabas;
  • 1 colher (de sopa) de hortelã;
  • ½ litro de água

Modo de preparo

Tirar a pele da goiaba e bater no liquidificador com os outros ingredientes. Este suco pode ser bebido até 2 vezes por dia.

2. Chá de goiaba

Ingredientes

  • 15 g de folhas de goiaba;
  • ½ litro de água fervente.

Modo de preparo

Juntar as folhas e deixar repousar entre 5 a 10 minutos. Depois, deixar amornar, coar e beber 2 a 3 vezes por dia. Este chá pode ainda ser usado para fazer um banho de assento, para tratar infecções vaginais causadas por tricomoníase ou candidíase, devido às suas propriedades antimicrobianas.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em fevereiro de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em fevereiro de 2022.

Bibliografia

  • CHIWORORO Witness et al. Spasmolytic effect of Psidium guajava Linn. (Myrtaceae) leaf aqueous extract on rat isolated uterine horns. Journal of Smooth Muscle Research. 45. 1; 31-38, 2009
  • AYUB M et al. Anti-hypertensive effect of pink guava (Psidium guajava) puree on spontaneous hypertensive rats. International Food Research Journal . 17. 89-96, 2010
Mostrar bibliografia completa
  • MARYANTO Sugeng; MARSONO Yustinus. The Effect of Guava on the Improvement of Lipid Profile in Hypercholesterolemic Rats. International Conference on Life Sciences and Technology. 276. 1-7, 2019
  • COSTA Eronita. Nutrição & Frutoterapia. 1º. Brasil: Vozes, 2011. 110-113.
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS – UNICAMP. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos. 2011. Disponível em: <http://www.nepa.unicamp.br/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf?arquivo=taco_4_versao_ampliada_e_revisada.pdf>. Acesso em 03 jun 2019
  • INSTITUTO DE NUTRICIÓN DE CENTRO AMÉRICA Y PANAMÁ (INCAP) Y ORGANIZACIÓN PANAMERICANA DE LA SALUD (OPS). Tabla de composición de alimentos de centroamérica. 2012. . Acesso em 03 jun 2019
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.