8 benefícios da atividade física para os idosos

novembro 2022

A atividade física para os idosos é muito importante para promover a sensação de bem-estar, fortalecer os ossos, melhorar o sistema imune e fortalecer os músculos, ajudando a melhorar o equilíbrio e a prevenir doenças como osteoporose, depressão e diabetes, por exemplo.

É importante que os exercícios sejam realizados de forma regular, e após liberação do cardiologista e geriatra, e sob orientação de um profissional de educação física ou fisioterapeuta. Assim, é possível obter todos os benefícios com as atividades.

Veja, no vídeo a seguir, mais sobre a importância da atividade física para os idosos:

Benefícios da atividade física para os idosos

Para que os idosos tenham o máximo de benefícios, é importante que realizem os exercícios de forma regular sob orientação de um profissional capacitado e que tenham uma alimentação equilibrada e saudável. Os principais benefícios da atividade física são:

  1. Previne e ajuda no combate de doenças,  como hipertensão, derrames, varizes, obesidade, diabetes, osteoporose, câncer, ansiedade, depressão, problemas no coração e pulmões;
  2. Melhora da força muscular, diminuindo o risco de quedas e facilita os movimentos dos braços, pernas e tronco;
  3. Reduz o uso de remédios, porque melhora a sensação de bem-estar, reduzindo as dores;
  4. Aumenta apetite;
  5. Fortalece o sistema imunológico;
  6. Melhora o condicionamento físico geral;
  7. Diminui o isolamento social, porque aumenta a proximidade com outras pessoas;
  8. Aumenta a autoestima, a autoconfiança e a autoaceitação do idoso, promovendo o bem-estar geral.

Além disso, os alongamento dos músculos e das articulações também melhora a circulação sanguínea, a mobilidade e o bem-estar físico e emocional.

Como iniciar a atividade física

Geralmente recomenda-se iniciar com atividades de baixo impacto como caminhadas, danças de salão e hidroginástica, evitando sempre o risco de lesões nos músculos e sobrecarga das articulações. Antes de iniciar qualquer tipo de atividade física, o idoso deve ser orientado por um educador físico ou fisioterapeuta para a definição de um programa de exercícios individualizado, como mostra a seguir:

  • Período de aquecimento: 10 minutos através de caminhadas leves, subir e descer escadas, nadar, pedalar ou até mesmo atividades do cotidiano como afazeres domésticos,  jardinagem e dança; 
  • Exercícios respiratórios: devem realizados durante todo o programa, entre um exercício e outro; 
  • Alongamentos: melhorar os movimentos dos braços, pernas e tronco;
  • Exercícios para melhorar o equilíbrio e coordenação: andar na ponta dos dedos e calcanhares, caminhar para frente, para trás e para os lados, ultrapassar obstáculos no chão;
  • Treinar a agilidade e andar mais depressa;
  • Exercícios para melhorar a força dos músculos: uso de halteres e caneleiras;
  • Relaxamento: período de volta à calma e descanso. 

É importante destacar que toda a atividade física deve ser adaptada ao idoso e deve ser realizada de preferência em grupo ou duplas, para que seja mais motivante, evitando assim o abandono da atividade. Confira alguns exercícios que podem ser praticados em casa.

Atividade física para idosos com pressão alta

A atividade física para idosos com pressão alta ajuda a melhorar a circulação, aumenta o volume de sangue do corpo e melhora o condicionamento físico geral.

Nesses casos são indicadas atividades como caminhadas e hidroginástica, sempre sob orientação de um cardiologista e acompanhadas por um profissional de atividade física, a fim de controlar qualquer alteração nos valores da pressão arterial.

Atividade física para idosos com obesidade

No caso de idosos com obesidade, a atividade física traz inúmeros benefícios, incluindo a diminuição do peso corporal, aumento dos músculos e melhora da energia e da sensação de bem-estar.

Em idosos com dificuldades devido às dores nos músculos e articulações, pode-se indicar numa fase inicial, caminhadas e exercícios na água. Já idosos sem limitações, podem ser recomendados atividades na academia como aulas de musculação, bicicleta, caminhada ou até corrida na esteira.

Tai Chi Chuan para idosos

Apesar de não ser uma opção muito frequente, a prática de Tai Chi Chuan traz muitos benefícios para os idosos, isso porque essa atividade ajuda a fortalecer o sistema muscular, trabalhar o equilíbrio corporal e melhorar a parte cognitiva do cérebro, devido a concentração que exigida durante as aulas.

Além disso, essa prática também ajuda a prevenir as quedas e fraturas, a combater a solidão, sendo muito útil para prevenir a depressão comum nesta faixa etária. Confira outros benefícios do tai chi chuan para a saúde.

Não existe nenhuma contraindicação para esta prática. Somente pessoas que possuem alguma doença cardíaca é que devem consultar um médico antes de iniciarem no Tai Chi Chuan.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em novembro de 2022. Revisão clínica por Carlos Bruce - Personal Trainer, em maio de 2016.
Revisão clínica:
Carlos Bruce
Personal Trainer
Formado pela Universidade Federal do Rio De Janeiro em 2012, com registro profissional no CREF 038849-G/RJ.

Tuasaude no Youtube

  • O segredo para ENVELHECER com SAÚDE

    10:39 | 5862 visualizações
  • Alongamento para o Dia a Dia

    01:08 | 327401 visualizações