Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

O que é ataxia, tipos, sintomas e tratamento

A ataxia é um termo que se refere a um conjunto de sintomas que são caracterizados, principalmente, pela falta de coordenação dos movimentos de diferentes partes do corpo. Esta situação pode ter várias causas, como problemas neurodegenerativos, paralisia cerebral, infecções, fatores hereditários, hemorragias cerebrais, malformações e pode surgir pelo uso excessivo de drogas ou álcool, por exemplo.

Geralmente, a pessoa com ataxia apresenta dificuldades na realização das atividades do dia-a-dia, como pegar objetos e abotoar roupas, podendo ter dificuldades para engolir, escrever e ficar com a fala arrastada, no entanto, a gravidade dos sintomas depende do tipo de ataxia e das causas associadas.

A ataxia crônica não tem cura, mas pode ser controlada para aumentar a qualidade de vida da pessoa. Por isso, ao apresentar os sintomas é necessário consultar um médico neurologista para iniciar o tratamento adequado, que consiste no uso de medicamentos, fisioterapia e terapia ocupacional.

O que é ataxia, tipos, sintomas e tratamento

Tipos de ataxia

A ataxia está associada ao surgimento de vários sintomas que podem ser diferentes dependendo do tipo. Os tipos de ataxia são:

  • Ataxia cerebelar: ocorre por causa de lesão no cerebelo, que pode ser provocada por hemorragia cerebral, tumor, infecção ou acidentes;
  • Ataxia de FriedReich: é tipo mais comum, sendo hereditário, surgindo principalmente na adolescência e que provoca deformações nos pés e curvaturas na espinha vertebral;
  • Ataxia espinocerebelar: na maioria das vezes, este tipo aparece na idade adulta e provoca rigidez muscular, perda de memória, incontinência urinária e perda progressiva de visão;
  • Ataxia talangiectasia: também é um tipo hereditário, porém é raro, podendo iniciar na infância e se desenvolver ao longo do tempo. Normalmente, a pessoa com este tipo de ataxia apresenta sistema imune enfraquecido;
  • Ataxia sensitiva ou sensorial: provocada por lesões nos nervos sensoriais que levam a pessoa a não sentir onde as suas pernas se encontram em relação ao corpo.

Também existe um tipo de ataxia chamada de idiopática, que se caracteriza quando as causas não são conhecidas e, em geral, ocorre em pessoas idosas.

Principais causas

A ataxia pode surgir em qualquer pessoa sem causa definida, no entanto, na maioria dos casos, aparece por fatores genéticos, ou seja, se manifesta devido a genes defeituosos, transmitidos de pais para filho, podendo ser pior de uma geração para outra.

Existem alguns tipos de ataxia que são provocados por determinadas condições, como cirurgia cerebral, tumor ou lesão na cabeça, uso excessivo de drogas ou álcool, exposição a substâncias tóxicas, infecções graves, acidente vascular cerebral e outros problemas neurodegenerativos, como paralisia cerebral ou esclerose múltipla, que é uma doença auto-imune em que as células de defesa atacam o sistema nervoso. Entenda o que é esclerose múltipla, principais sintomas e tratamento.

Sintomas de ataxia

Os sintomas de ataxia variam de acordo com o tipo e a gravidade da doença ou lesão no sistema nervoso, porém na maioria dos casos podem surgir:

  • Falta de coordenação nos movimentos do corpo;
  • Perda de equilíbrio, podendo ocorrer quedas frequentes;
  • Dificuldade de pegar objetos e abotoar roupas;
  • Movimentos irregulares dos olhos;
  • Dificuldade para engolir;
  • Dificuldade para escrever;
  • Tremores excessivos;
  • Fala embolada ou arrastada.

Nos casos de ataxia crônica, que não tem cura, podem aparecer sinais como infecções recorrentes, problemas na coluna e doenças do coração devido a degeneração neurológica. Além disso, a ataxia e os sintomas associados podem surgir em qualquer idade, pois existem casos em que a pessoa nasce com esta alteração.

Como confirmar o diagnóstico

Ao apresentar a ataxia e os sintomas associados é importante consultar um neurologista que fará uma análise do histórico de saúde da pessoa e de toda a família, para verificar a possibilidade desta pessoa ter alterações genéticas e hereditárias. O médico também poderá indicar a realização de testes neurológicos, para identificar problemas nos movimentos do corpo, na visão ou na fala.

Além disso, outros exames podem ser recomendados, como a ressonância magnética e tomografia computadorizada, que fornecem imagens detalhadas do cérebro e através destes exames o médico pode verificar a presença de lesões e tumores cerebrais. E ainda, o neurologista pode solicitar que a pessoa realize exames de sangue e até punção lombar, para coletar uma amostra do líquido que circula no sistema nervoso para ser analisado no laboratório. Confira mais o que é punção lombar e quais os efeitos colaterais.

Como é feito o tratamento

O tratamento para ataxia depende do tipo e da gravidade da doença, é indicado por um neurologista que pode aconselhar o uso de remédios antiespasmódicos e relaxantes, como o baclofeno e tizanidina, ou até mesmo, injeções de botox para aliviar a contração dos músculos provocados pelas alterações cerebrais provocados pela ataxia.

Para o tratamento da ataxia também é importante que a pessoa faça exercícios de fisioterapia para diminuir os movimentos descoordenados do corpo e para impedir o enfraquecimento dos músculos ou a rigidez muscular, sendo que o número de sessões dependerá do grau da doença e é recomendado pelo fisioterapeuta.

Além disso, é recomendado que a pessoa com ataxia realize terapia ocupacional, pois esta atividade poderá auxiliar no desenvolvimento da independência pessoal, ajudando a pessoa a se adaptar a perda gradual de movimentos, através da aquisição de novas habilidades para fazer as atividades diárias.

Bibliografia >

  • ASHIZAWA, Tetsuo, XIA, Guangbin. Ataxia. Continuum (Minneap Minn). Vol.22, n.4. 1208–1226, 2016
  • NATIONAL INSTITUTES OF HEALTH . Ataxia-telangiectasia. Disponível em: <https://ghr.nlm.nih.gov/condition/ataxia-telangiectasia>. Acesso em 19 Fev 2020
  • NHS. Ataxia. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/ataxia/>. Acesso em 19 Fev 2020
  • UPTODATE. Overview of cerebellar ataxia in adults. Disponível em: <https://www.uptodate.com/contents/overview-of-cerebellar-ataxia-in-adults?search=ataxia&source=search_result&selectedTitle=1~150&usage_type=default&display_rank=1>. Acesso em 19 Fev 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem