Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a asbestose

A asbestose é uma doença do sistema respiratório que é causada pela inspiração de poeira contento asbesto, também conhecido por amianto, que ocorre geralmente em pessoas que trabalham desempenhando funções que as deixam expostas a esta substância, podendo levar a uma fibrose pulmonar crônica, que não pode ser revertida.

Se não for devidamente tratada, a asbestose pode dar origem a um mesotelioma, que é um tipo de câncer de pulmão, que pode aparecer 20 a 40 anos após a exposição ao amianto e cujo risco está aumentado em fumadores.

O que é a asbestose

Possíveis causas 

As fibras de amianto, quando são inaladas durante um longo período de tempo, podem ficar alojadas nos alvéolos pulmonares e causar cicatrização dos tecidos que revestem o interior dos pulmões. Estes tecidos cicatrizados não se expandem nem se contraem, perdendo a elasticidade e levando, por isso, ao surgimento de dificultadões respiratórias e de outras complicações.

Além disso, o uso de cigarro parece aumentar a retenção de fibras de amianto nos pulmões, fazendo com que a doença evolua mais rapidamente.

Quais os sintomas

Os sintomas mais característicos da asbestose são falta de ar, dor e aperto no peito, tosse seca, perda de apetite com consequente perda de peso, intolerância a esforços e aumento das falanges distais dos dedos e unhas. Para realizar as tarefas do dia-a-dia, a pessoa tem que fazer um esforço muito maior, sentindo muito cansaço.

A progressiva destruição dos pulmões pode causar hipertensão pulmonar, insuficiência cardíaca, derrame pleural e em casos mais graves, câncer.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico pode ser realizado por meio de raio-X ao tórax, que mostra ligeiras opacidades em caso de asbestose. Também se pode recorrer a uma tomografia computadorizada, que possibilita uma análise bem mais detalhada dos pulmões.

Existem ainda testes que avaliam a função pulmonar, como é o caso da espirometria, que permite medir a capacidade respiratória da pessoa.

Em que consiste o tratamento

Geralmente, o tratamento consiste na suspensão imediata da exposição ao amianto, no controle dos sintomas e na remoção da secreção dos pulmões, de forma a retardar a progressão da doença.

Também pode ser administrado oxigênio por inalação, através de uma máscara, para facilitar a respiração.

Caso os sintomas sejam muito graves, pode ser necessário realizar um transplante de pulmão. Veja quando o transplante de pulmão é indicado e como é feita a recuperação.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem