Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o apêndice e para que serve

O apêndice é uma pequena bolsa, em forma de tubo e com cerca de 10 cm, que está ligada à primeira parte do intestino grosso, próximo do local onde o intestino delgado e grosso se ligam. Dessa forma, a sua posição geralmente é sob a região inferior direita da barriga.

Embora não seja considerado um órgão essencial para o corpo, quando está inflamado pode colocar a vida em risco, devido à elevada chance de estourar e liberar bactérias pelo abdômen, resultando numa infecção generalizada. Assim, é importante estar atento aos primeiros sinais de inflamação, também conhecida como apendicite, como dor muito intensa na região inferior direita da barriga, vômitos e falta de apetite. Confira todos os sintomas que podem indicar uma apendicite.

O que é o apêndice e para que serve

Para que serve

Não existe um acordo sobre as funções exatas do apêndice e, durante muitos anos, se acreditou que não tinha qualquer função importante para o organismo. No entanto, ao longo dos tempos, e através de vários estudos, têm surgido várias teorias sobre as funções do apêndice, como:

1. Restos da evolução humana

De acordo com esta teoria evolucionista, embora o apêndice não tenha função no presente, já serviu para digerir alimentos no passado, especialmente nos tempos em que os humanos se alimentavam principalmente de plantas, tendo um importante papel na digestão das partes mais duras como as cascas e raizes, por exemplo.

Ao longo do tempo, a dieta dos humanos foi se alterando e contendo outros alimentos mais fáceis de serem digeridos no estômago e, por isso, o apêndice foi deixando de ser necessário e acabou ficando mais pequeno e se transformando em apenas um órgão vestigial sem uma função específica.

2. Órgão do sistema imune

Em pesquisas mais recentes, foi comprovado que o apêndice contém células linfoides, que são importantes para ajudar o organismo a combater infecções. Assim, o apêndice pode desempenhar um importante papel no fortalecimento do sistema imune.

Estas células vão se acumulando no apêndice após o nascimento até a idade adulta, por volta dos 20 ou 30 anos, ajudando na maturação de outras células do sistema imune e na formação de anticorpos do tipo IgA, que são muito importantes para eliminar vírus e bactérias de mucosas como os olhos, boca e órgãos genitais, por exemplo.

3. Órgão do sistema digestivo

De acordo com outros estudos, o apêndice pode também funcionar como um depósito de bactérias boas para o intestino, sendo utilizado quando o corpo sofre uma infecção que causa alterações na microbiota do intestino, como acontece depois de uma diarreia intensa.

Nesses casos, o apêndice libera suas bactérias para que possam crescer e se desenvolver no intestino, ocupando o lugar das bactérias que foram eliminadas com a infecção e acabando por funcionar como um probiótico.

Quando se deve fazer cirurgia para retirar

A cirurgia para retirar o apêndice, também conhecida como apendicectomia, deve ser feita apenas quando o apêndice está inflamado, pois existe um elevado risco de estourar e provocar uma infecção generalizada. Nesses casos, o uso de antibióticos normalmente não tem qualquer efeito e, por isso, a cura só é alcançada com a cirurgia.

Dessa forma, a apendicectomia não deve ser usada como método de prevenção, para evitar ter uma apendicite no futuro, já que o apêndice pode ter alguma função importante, só devendo ser retirado quando de fato é um risco para a saúde.

Saiba mais sobre esta cirurgia e como se recuperar.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...