Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Transmissão e tratamento da doença Antraz

O Antraz é uma doença muito grave, que causa severos comprometimentos dos pulmões, pele e intestino. Esta doença intoxica o organismo, e é causada pelo Bacilos anthracis, bactéria que, normalmente, vive no solo e na vegetação.

Devido a sua ação tóxica, sabe-se da possibilidade desta bactéria ser utilizada como arma biológica, já tendo sido espalhada através do pó, em cartas ou em objetos. Este envenenamento é grave e fatal, o que é um ato criminoso e proibido pelas Organização das Nações Unidas.

Transmissão e tratamento da doença Antraz

Como é feita a transmissão

Uma pessoa pode ser infectada ao entrar em contato com objetos ou animais contaminados, que são, geralmente, de vacas, cabras e ovelhas. Apesar de causar uma infecção grave, o antraz não é transmitido de pessoa para pessoa. 

A contaminação pela bactéria pode ser através do contato com a pele, pela respiração, através dos pulmões ou pela da ingestão de carnes ou derivados de animais contaminados. 

Principais sintomas

Os sintomas podem começar a se manifestar entre 12 horas a 5 dias após a exposição à bactéria, que pode causar a doença de 3 formas distintas:

  • Antraz cutâneo: acontece quando há infecção da pele, que inicia como caroços e bolhas vermelho-acastanhados, que podem se romper e formar úlceras escuras e dolorosas na pele, acompanhadas de inchaço, e atingem até 3 cm de diâmetro. Também pode provocar dores musculares, dor de cabeça, febre, enjoo e vômito.
  • Antraz pulmonar: após chegar aos pulmões pela respiração, podem, inicialmente, causar um quadro semelhante a um resfriado, e, à medida que se proliferam nos pulmões e atingem a corrente sanguínea, causam um quadro grave de febre, dificuldade respiratória e coma. 
  • Antraz gastrointestinal: as toxinas da bactéria no intestino causam uma inflamação aguda deste órgão, o que provoca sangramento, diarréia, vômitos, dor abdominal e febre. 

Se a bactéria, chegar ao cérebro, após atingir a circulação sanguínea, pode causar uma infecção cerebral e meningite muito graves, que quase sempre é fatal. Além disto, todas estas manifestações são muito graves e, se não forem rapidamente identificadas e tratadas, podem levar à morte. 

Como identificar

Para diagnosticar o Antraz, é feita uma raspagem da pele, e análise das secreções respiratórias e exames de sangue, para identificar a bactéria causadora e anticorpos.

Como é feito o tratamento 

A infecção pelo Antraz é tratada com uso de antibióticos, como a penicilina ou doxiciclina, por exemplo, além de medicamentos para tentar neutralizar a ação da toxina da bactéria, prescritos pelo médico responsável pelo tratamento.

Como ainda não existem vacinas ou formas de impedir esta infecção, deve-se prevenir novos casos com o controle da saúde dos animais que podem ser contaminados, para tentar diminuir a presença desta bactéria do ambiente.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...