Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tomar Anticoncepcional na Gravidez prejudica o bebê?

O uso da pílula anticoncepcional durante a gravidez, geralmente, não prejudica o desenvolvimento do bebê, por isso, se a mulher tomou a pílula nas primeiras semanas de gestação, quando ainda não sabia que estava grávida, não precisa ficar preocupada, embora deva avisar o médico. No entanto, apesar disso, assim que a mulher descobrir a gravidez, deve parar de tomar a pílula anticoncepcional.

Tomar o anticoncepcional durante a gravidez também não causa aborto, mas se a mulher toma uma pílula que possui apenas progestágenos, chamada de minipílula, o risco de ocorrer uma ectópica, gravidez que se desenvolve nas trompas de Falópio, é superior em relação a mulheres que tomam pílulas hormonais combinadas. Esta é uma situação grave, que requer tratamento imediato, já que é incompatível com a vida do bebê e coloca em risco a vida da mãe. Saiba como reconhecer e quais são as causas da gravidez ectópica

Tomar Anticoncepcional na Gravidez prejudica o bebê?

O que pode acontecer com o bebê

Tomar o anticoncepcional somente nas primeiras semanas de gestação, no período em que ainda não sabia da gravidez, não apresenta riscos para o bebê. Apesar de existirem suspeitas de que o bebê possa nascer com baixo peso ou tenha mais chances de nascer antes das 38 semanas de gestação. 

Já, o uso prolongado do anticoncepcional durante a gravidez pode ser prejudicial porque os hormônios presentes neste medicamento, que são estrogênio e progesterona, podem afetar a formação dos órgãos sexuais do bebê e defeitos no trato urinário, mas estas alterações raramente acontecem, e a mulher pode ficar mais tranquila. 

O que fazer se desconfiar que está grávida 

Se houver qualquer suspeita de que a pessoa possa estar grávida, deve parar imediatamente de tomar a pílula e fazer um teste de gravidez que se pode comprar na farmácia. Se a gravidez for confirmada, a mulher deverá iniciar as consultas de pré-natal, e se não estiver grávida poderá usar outro método de proteção à gravidez indesejada, como a camisinha, e depois da descida da menstruação poderá iniciar uma nova cartela da pílula.

Saiba reconhecer os 10 primeiros sintomas de gravidez e faça nosso teste online para saber se está grávida. 

Se não tiver interrompido da cartela antes de verificar que não está grávida, poderá continuar tomando as pílulas normalmente.

Bibliografia >

  • WALLER, Dorothy et. al.. Use of oral contraceptives in pregnancy and major structural birth defects in offspring. Epidemiology. Vol.21(2). 232-239, 2010
  • COSTA, Débora B. et al. Utilização de medicamentos antes e durante a gestação: prevalência e fatores associados. Cad. Saúde Pública. Vol.33(2). 1-14, 2017
  • CHARLTON, Brittany M. et al. Maternal use of oral contraceptives and risk of birth defects in Denmark: prospective, nationwide cohort study. BMJ. Vol.352(h6712). 1-8, 2016
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem