Lisina: o que é, para que serve e alimentos ricos

A lisina é um aminoácido muito importante para o organismo, pois tem ação antiviral que ajuda a combater infecções por vírus e também facilita a absorção de cálcio. No entanto, este aminoácido não é produzido pelo corpo humano, o que faz com que precise ser ingerido através da alimentação.

Os alimentos ricos em lisina são principalmente o leite, a soja e a carne. O consumo deste tipo de alimentos é especialmente recomendada para pessoas com herpes, porque ajuda a diminuir a replicação do vírus herpes simplex, reduzindo sua recorrência, severidade e o tempo de recuperação.

A lisina encontrada nos alimentos pode não ser suficiente para o tratamento de infecções virais ou para a prevenção da osteoporose, por exemplo, e, por isso, pode ser recomendada a realização de suplementação desse aminoácido de acordo com o objetivo do tratamento.

Para que serve a lisina

A lisina serve para:

  1. Combater infecções por vírus, pois tem propriedades antivirais;
  2. Auxiliar no tratamento para osteoporose, pois ajuda a aumentar a absorção de cálcio;
  3. Ajudar no desenvolvimento infantil dos ossos e músculos, pois participa na atividade do hormônio do crescimento.

A lisina é também um componente do medicamento lisinato de cetoprofeno, que é indicado para várias doenças como artroses, periartrite, artrite, artrite reumatoide, gota, reumatismo articular agudo, lombalgia / lombociatalgia, tendinite, neurite, distensão muscular, contusão, proporcionando também alívio da dor em cirurgias odontológicas, dismenorreia, cirurgia ortopédica e outras condições traumáticas e pós-operatórias.

Alimentos ricos em lisina

AlimentosQuantidade de lisina em 100 gEnergia em cada 100 g dos alimentos
Leite integral264 mg61 calorias
Queijo muçarela2060 mg330 calorias
Queijo prato1940 mg360 calorias
Soja cozida1110 mg172 calorias
Carne de peru2450 mg203 calorias
Bife bovino grelhado1540 mg186 calorias
Coração de galinha2210 mg185 calorias
Ervilha cozida235 mg40 calorias
Truta assada210 mg150 calorias
Tremoço823 mg116 calorias
Amendoim torrado850 mg587 calorias
Ovo cozido904 mg155 calorias

Como a lisina é um aminoácido que o nosso organismo não consegue produzir, é recomendado consumir este aminoácido através da alimentação.

Quantidade diária recomendada

A quantidade diária recomendada de lisina é de aproximadamente 30 mg por kg de peso, o que para um adulto de 70 kg significa uma ingestão de cerca de 2100 mg de lisina por dia.

A lisina pode ser encontrada nos alimentos, mas, dependendo da alimentação, a quantidade pode não ser suficiente e, por isso, também pode ser aconselhada a suplementação com 500 mg por dia.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em novembro de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em novembro de 2022.

Bibliografia

  • JOHNS HOPKINS HEALTHCARE. Lysine. Disponível em: <https://johnshopkinshealthcare.staywellsolutionsonline.com/Wellness/Smoking/19,Lysine>. Acesso em 18 mai 2022
  • UNITED STATES DEPARTMENT OF AGRICULTURE. Food Data Central. Disponível em: <https://fdc.nal.usda.gov/ndb/search/list>. Acesso em 19 mai 2022
Mostrar bibliografia completa
  • MOUNT SINAI. Lysine. Disponível em: <https://www.mountsinai.org/health-library/supplement/lysine>. Acesso em 18 mai 2022
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.

Tuasaude no Youtube

  • Herpes - Alimentação para curar a ferida e prevenir a infecção

    03:27 | 673476 visualizações