Agave: o que é, benefícios e como usar

Agave é uma planta suculenta com várias espécies, incluindo a agave azul, que é usada para produzir xarope ou néctar. O xarope de agave é fonte de inulina, uma fibra prebiótica importante para evitar prisão de ventre e síndrome do intestino irritável. Além disso, o alimento é rico em saponinas, um antioxidante e anti-inflamatório que ajuda na prevenção de doenças, como diabetes e câncer.

Por ter boas quantidades de frutose, o xarope de agave é um alimento de baixo índice glicêmico. Isso quer dizer que ele promove o equilíbrio nos níveis de açúcar no sangue, prevenindo a diabetes e auxiliando também em dietas de perda de peso. Veja outros alimentos de baixo índice glicêmico que ajudam a perder peso.

É importante notar que existem 2 tipos de xarope de agave: a seiva de agave, extraída naturalmente da planta e o néctar de agave, que é muito aquecido e tem enzimas adicionadas durante a produção, diminuindo os nutrientes e os benefícios do alimento. 

Agave: o que é, benefícios e como usar

Principais benefícios da agave

Além de ter um baixo índice glicêmico, o xarope de agave ainda é rico em saponinas e fibra inulina, que trazem vários benefícios para a saúde, como:

  1. Ajudar na prevenção da diabetes: por ser rico em frutanos, como a frutose e a inulina, o xarope de agave ajuda no controle dos níveis de glicose e insulina no sangue, evitando a resistência à insulina e a diabetes;
  2. Fortalecer o sistema imunológico: por ser fonte de saponinas, que têm potente ação anti-inflamatória, e inulina, evitando infecções e promovendo o aumento das bactérias boas no intestino;
  3. Auxiliar na perda de peso: o xarope de agave adoça mais, sendo preciso uma quantidade menor que o açúcar. Além disso, o xarope tem altas quantidades de frutose e inulina, compostos que ajudam a controlar a fome por mais tempo;
  4. Prevenir alguns tipos de câncer: o xarope de agave é rico em saponinas, compostos antioxidantes que protegem as células contra os radicais livres, ajudando na prevenção de diversos tipos de câncer, como o de mama e o de fígado.
  5. Evitar a prisão de ventre: por ser rico na fibra inulina e frutanos que promovem o aumento das bactérias boas do intestino, que favorecem a formação do bolo fecal, ajudando na eliminação das fezes;
  6. Prevenir o envelhecimento: o xarope de agave é rico em saponinas, antioxidantes que protegem as células do corpo evitando a produção excessiva de radicais livres, que são os responsáveis pelo aparecimento de rugas e de flacidez na pele.

O xarope de agave ainda ajuda a prevenir doenças do coração, pois as fibras e os antioxidantes presentes no alimento diminuem os níveis de triglicerídeos no sangue e de gordura corporal, ajudando a prevenir doenças como aterosclerose e infarto.

Como escolher e usar o xarope de agave

Para escolher o melhor tipo de agave é importante optar pelas versões menos processadas, como a geleia de agave crua, o xarope de agave cru ou o xarope de agave “raw”. As versões “comuns”, encontradas na maior parte dos supermercados, devem ser evitadas, pois geralmente são processadas a altas temperaturas e refinadas, o que faz com que o alimento tenha menor quantidade de fibras, antioxidantes e minerais.

O xarope de agave pode ser encontrado em lojas de produtos naturais e tem a aparência semelhante ao do mel. O xarope pode ser usado para adoçar iogurtes, vitaminas, sobremesas, sucos e preparações como bolos e pães.

É importante lembrar que o agave é um tipo de açúcar e, por isso, deve ser consumido em pequenas quantidades em uma dieta equilibrada.

Informação nutricional da agave

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 13 g de xarope de agave “crua”, o equivalente a duas colheres de sopa:

Componentes

Quantidade em 13 g de xarope de agave crua

Energia

8,84 Kcal

Carboidratos totais

3,5 g

Frutose

6,6 g

Dextrose

0,15 g

Proteínas

0 g

Gorduras

0 g

Fibras

0,9 g

Cálcio

54,2 mg

Potássio

85,3 mg

Além disso, o agave também possui outros minerais como ferro, zinco e magnésio, fornecendo benefícios adicionais à saúde quando comparado com o açúcar comum.

Cuidados e contraindicações

Apesar de saudável, o consumo de xarope de agave por quem já tem a diabetes deve ser feito com moderação e sob recomendação de um médico ou nutricionista, pois é um alimento com altas quantidades de carboidratos.

A ingestão do xarope de agave não é recomendado durante a gravidez, pois pode causar aborto e, por não existir informações suficientes, deve-se evitar consumir o xarope também durante a amamentação.

O xarope de agave tem um baixo índice glicêmico, mas deve ser ingerido com moderação, pois é rico em frutose, um tipo de açúcar que quando consumido em excesso e por muito tempo, pode causar problemas como colesterol e triglicerídeos altos, e gordura no fígado.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • ATKINSON, S, Fiona et al. International Tables of Glycemic Index and Glycemic Load Values: 2008. Diabetes care. Vol.31. 12.ed; 2281–2283, 2008
  • UNITED STATES DEPARTMENT OF AGRICULTURE. Agave, raw (Southwest). 2019. Disponível em: <https://fdc.nal.usda.gov/fdc-app.html#/food-details/169814/nutrients>. Acesso em 09 Ago 2021
  • WEBMED. Agave. Disponível em: <https://www.webmd.com/vitamins/ai/ingredientmono-1450/agave>. Acesso em 09 Ago 2021
  • SANTOS, Z, Liliana et al. Agave (Agave spp.) and its Traditional Products as a Source of Bioactive Compounds. Current Bioactive Compounds. Vol.8. 3.ed; 1-15, 2012
  • FIGUEROA, M, Luis et al. Mass Spectrometry-Based Metabolomics of Agave Sap (Agave salmiana) after Its Inoculation with Microorganisms Isolated from Agave Sap Concentrate Selected to Enhance Anticancer Activity. Sustainability. Vol.9. 1-11, 2017
Mais sobre este assunto: