Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Adenoide e quando retirar

A adenoide é um conjunto de tecido linfático, semelhante ao gânglios, que faz parte do sistema imune para a defesa do corpo contra microorganismos. Existem 2 adenóides, localizadas de cada lado, na transição entre o nariz e a garganta, região por onde passa o fluxo aéreo da respiração e onde se inicia a comunicação com o ouvido. 

Em conjunto com as amígdalas, que se situam no fundo da garganta, elas fazem parte do chamado Anel Linfático de Waldeyer, responsáveis pela proteção da região das cavidades nasais, bucais e a garganta, que se desenvolvem e crescem à medida que o sistema imune se desenvolve, entre os 3 a 5 anos de idade, devendo regredir por volta dos 6 a 7 anos.

Entretanto, em algumas crianças, as adenóides e amígdalas podem se tornar muito grandes ou persistentemente inflamadas, com infecções constantes, perdendo a sua capacidade de proteção e provocando problemas de saúde, como dificuldades respiratórias. Por isso, o otorrino pode indicar a necessidade de realização de uma cirurgia para remoção.

O que é Adenoide e quando retirar

Que sintomas pode causar

Quando as adenóides estão excessivamente aumentadas, chamadas de hipertrofiadas, ou quando se tornam persistentemente infectadas e inflamadas, o que é chamado de adenoidite, alguns dos sintomas causados são:

  • Dificuldade de respirar pelo nariz, respirando com frequência pela boca;
  • Respiração ruidosa;
  • Roncos, pausas na respiração e tosse durante o sono;
  • Fala como se o nariz estivesse sempre obstruído;
  • Episódios frequentes de faringite, sinusite e otite;
  • Dificuldades na audição;
  • Alterações dentárias, como desalinhamento da arcada dentária e alterações do crescimento dos ossos da face.

Além disso, a redução de oxigenação durante o sono provoca alterações no desenvolvimento da criança, o que pode causar situações como dificuldade de concentração, irritabilidade, hiperatividade, sonolência durante o dia, queda no rendimento escolar e falhas no crescimento.

Saiba reconhecer, também, reconhecer os sintomas de amigdalite.

Como é o tratamento

Geralmente, quando as adenóides são infectadas, o tratamento inicial é o uso de antibióticos, como Amoxicilina, além de anti-inflamatórios ou corticóides. 

Quando a cirurgia é indicada

A cirurgia, chamada de adenoidectomia, é uma opção quando o tratamento com remédios não funciona adequadamente ou quando a criança passa apresentar sintomas frequentes de adenoidite. As principais indicações para a cirurgia incluem:

  • Otite ou sinusite de repetição;
  • Perda auditiva;
  • Apnéia do sono;
  • Obstrução nasal tão grave que a criança só consegue respirar pela boca. 

É um procedimento feito com anestesia geral, com remoção das adenóides através da boca. No mesmo procedimento, as amígdalas também podem ser removidas, e, como se trata de uma cirurgia relativamente simples, é possível retornar para casa no mesmo dia do procedimento. Saiba mais detalhes sobre como é feita e a recuperação da cirurgia de adenóide

A remoção das adenóides não afeta o sistema imune, pois existem outros mecanismos de defesa do corpo que continuam atuando na defesa do organismo. Além disso, a adenoide pode voltar a crescer, mas é uma situação muito rara que acontece, principalmente, em pacientes com muita alergia ou após a cirurgia no bebê, já que ainda se encontra em fase de crescimento.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...