Acne fulminante: o que é, sintomas, causas e tratamento

Novembro 2021

A acne fulminante, também conhecida como acne conglobata, é um tipo muito raro de acne agressivo e grave, que aparece frequentemente em adolescentes do sexo masculino e que causa outros sintomas além das espinhas, como febre e dor nas articulações.

Neste tipo de acne surgem muitas erupções profundas próximas, especialmente no peito, costas e rosto, e o seu tratamento envolve o uso de diferentes pomadas, cremes, comprimidos e, até, intervenções cirúrgicas.

A acne fulminante tem cura com o tratamento adequado, no entanto, como é um problema que pode alterar o aspecto do rosto, é frequente que também surjam transtornos psicológicos, como depressão ou fobia social e, por isso, também pode ser necessário fazer acompanhamento psicológico.

Acne fulminante: o que é, sintomas, causas e tratamento

Outros sintomas da acne fulminante

Além das espinhas e cravos com pus que surgem no rosto, podem ainda se desenvolver fístulas e pápulas de grande dimensão que causam muita dor. Também é comum o surgimento de sintomas como:

  • Febre;
  • Perda de peso;
  • Dor nos músculos e articulações;
  • Aumento do fígado.

Podem ainda surgir alterações no exame de sangue, principalmente aumento dos valores de glóbulos brancos, já que o corpo produz mais destas células para tentar combater a infecção causada na pele pela bactérias da acne.

O que causa este tipo de acne

Ainda não foi identificada a causa exata da acne fulminante, no entanto, seu surgimento parece estar relacionado com um aumento na produção de hormônio masculinos, alteração na resposta do sistema imune e predisposição genética, que aumentam a sensibilidade da pele para a bactéria Propionibacterium acnes, que é responsável pela acne.

Como é feito o tratamento

Não existe um único remédio totalmente eficaz contra todos os tipos de acne fulminante, sendo, por isso, importante consultar um dermatologista para experimentar vários medicamentos e identificar o que produz mais efeitos.

Os mais utilizados são:

  • Comprimidos corticoides, como prednisona: aliviam rapidamente a inflamação da pele e podem também ser usados em forma de injeção ou creme;
  • Remédios anti-inflamatórios, como Aspirina o ácido retinoico: reduzem a inflamação ao longo do tempo e também podem ser usados como pomada;
  • Antibióticos, como tetraciclina ou azitromicina: combatem possíveis infecções que podem surgir nas lesões da acne;
  • Isotretinoína: é uma substância usada quando os antibióticos não produzem efeito e ajuda a reduzir a produção de sebo, evitando o desenvolvimento de bactérias.

O tratamento normalmente dura vários meses e até anos, sendo comum manter uma dose elevada destes remédios por um período variável, de dois a quatro meses e depois diminuir lentamente para evitar novo agravamento.

Além disso, pode ser necessário tomar remédios para a febre, como Paracetamol, para a dor, como Ibuprofeno, e, em alguns casos específicos, fazer uma dieta para aumentar de peso e fortalecer o sistema imune.

Quando a autoestima é afetada é fundamental acompanhamento psicológico e em alguns casos tomar remédios para a ansiedade ou depressão.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: