Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Acetazolamida (Diamox)

O Diamox é um remédio inibidor enzimático indicado para o controle da secreção de fluidos em certos tipos de glaucoma, tratamento da epilepsia e diurese em casos de edema cardíaco.

Este medicamento está disponível em farmácias, na dose de 250 mg, e pode ser comprado por um preço de cerca de 14 a 16 reais, mediante apresentação de receita médica.

Acetazolamida (Diamox)

Como usar

A posologia depende do problema que se pretende tratar:

1. Glaucoma

No glaucoma de ângulo aberto, a dose recomendada é de 250 mg a 1g por dia, em doses divididas, para o tratamento do glaucoma de ângulo fechado, a dose recomendada é de 250 mg a cada 4 horas. Algumas pessoas respondem a 250 mg, 2 vezes ao dia, em terapia a curto prazo, e em alguns casos agudos, dependendo da situação individual, pode ser mais adequado administrar uma dose inicial de 500 mg, seguida de doses de 125 mg ou 250 mg, a cada 4 horas. 

2. Epilepsia

A dose diária sugerida é de 8 a 30 mg/kg de acetazolamida, em doses divididas. Embora alguns pacientes respondam a baixas doses, aparentemente o intervalo de dose total ideal varia de 375 mg a 1 g por dia. Quando a acetazolamida for administrada em associação a outros anticonvulsivantes, a dose recomendada é de 250 mg de acetazolamida, 1 vez ao dia.

3. Insuficiência cardíaca congestiva

A dose inicial usual recomendada é de 250 mg a 375 mg, 1 vez por dia, pela manhã.

4. Edema induzido por medicamentos

A dose recomendada é de 250 mg a 375 mg, 1 vez ao dia, durante um ou dois dias, alternando com um dia de descanso.

5. Doença aguda das montanhas

A dose recomendada é de 500 mg a 1 g de acetazolamida por dia, em doses divididas. Quando a subida for rápida, recomenda-se uma dose mais elevada de 1 g, de preferência 24 a 48 horas antes da subida e continuar por 38 horas enquanto se estiver em altitude elevada ou por período mais prolongado, conforme a necessidade para controlar os sintomas. 

Quem não deve usar

A acetazolamida não deve ser usada em pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, em situações onde os níveis séricos de sódio ou potássio estão deprimidos, em casos de disfunção ou doença grave dos rins e do fígado, insuficiência da glândula supra-renal e em acidoses hiperclorêmicas.

Este medicamento também não deve ser usado em grávidas ou lactantes sem orientação do médico.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento são dor de cabeça, mal-estar, fadiga, febre, rubor, atraso do crescimento em crianças, paralisia flácida e reações anafiláticas.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem