Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é aborto retido e quais os sintomas

O aborto retido acontece quando o embrião morre e não é expulso para o exterior, podendo ficar dentro do útero por semanas ou mesmo meses. Geralmente, ocorre ente a 8ª e 12ª semanas de gestação, podendo haver sangramento e desaparecimento de sintomas associados à gravidez.

Na maior parte dos casos, o tratamento consiste no esvaziamento da cavidade uterina, devendo a mulher ser posteriormente acompanhada por um psicólogo.

O que é aborto retido e quais os sintomas

Quais os sinais e sintomas

Os sinais e sintomas mais comuns que podem ser causados por um aborto retido são sangramento e desaparecimento dos sintomas de gravidez como náuseas, vômitos, elevada frequência urinária, ingurgitamento mamário e ausência de aumento do volume uterino. Saiba quais os sintomas que podem ocorrer durante a gravidez.

Possíveis causas

As causas mais comuns que podem levar à ocorrência de um aborto retido são:

  • Malformações fetais;
  • Alterações cromossômicas;
  • Idade avançada da mulher;
  • Má nutrição durante a gravidez;
  • Uso de álcool, drogas, cigarro e alguns medicamentos;
  • Doença da tireoide não tratada;
  • Diabetes não controlada;
  • Infecções;
  • Trauma, como acidente de carro ou quedas;
  • Obesidade;
  • Problemas no colo do útero;
  • Hipertensão severa;
  • Exposição a radiações.

Geralmente, mulheres que sofrem de um aborto retido normalmente não apresentam risco para uma gravidez futura, a não ser que ocorra um dos fatores acima referido. Saiba como manter uma gravidez saudável.

Como é feito o tratamento

O tratamento é feito após diagnóstico mediante execução de uma ultrassonografia, de forma a confirmar a morte do feto e geralmente consiste em esvaziar a cavidade uterina mediante curetagem uterina ou por aspiração manual intra-uterina. Caso não seja tratado, os restos do feto podem causar sangramentos ou mesmo uma infecção, podendo levar à morte.

A curetagem é um procedimento realizado pelo ginecologista, em que se faz uma limpeza do útero através de raspagem da parede do útero e a aspiração manual intra-uterina consiste na aspiração do interior do útero com uma espécie de seringa, para eliminar o embrião morto e restos de um aborto incompleto. Podem ainda ser usadas as duas técnicas no mesmo procedimento. Veja como é realizado este processo.

Quando a idade gestacional estiver acima das 12 semanas, a ossificação fetal já se encontra presente, devendo-se proceder ao amadurecimento do colo com um remédio chamado misoprostol, aguardar as contrações e proceder à limpeza da cavidade após a expulsão do feto.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar