Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

9 plantas medicinais para o coração

As plantas medicinais são uma ótima opção para manter a saúde, pois além de serem completamente naturais, geralmente não causam efeitos colaterais graves como os medicamentos.

No entanto, as plantas devem ser sempre utilizadas com orientação de um fitoterapeuta, já que doses muito elevadas podem colocar a vida em risco. Além disso, existem várias plantas venenosas, que podem ser confundidas com plantas benéficas e, por isso, é muito importante ter orientação de um profissional.

9 plantas medicinais para o coração

As 9 principais plantas que ajudam a proteger o coração contra vários tipos de doenças cardiovasculares incluem:

1. Chá verde

O chá verde é muito rico em catequinas, substâncias naturais que evitam que a gordura acumule-se nas paredes das artérias, reduzindo o nível de colesterol ruim no organismo.

Além disso, esta planta também melhora a circulação sanguínea, reduzindo a pressão sobre o coração e protegendo contra doenças como pressão alta ou insuficiência cardíaca, por exemplo.

2. Folhas de oliveira

Os extratos feitos com folha de oliveira contêm fenóis, como a oleuropeína, que protegem contra a oxidação do colesterol ruim, diminuem a inflamação do corpo, regulam os níveis de glicose no sangue e também ativam a queima de gordura.

Esta planta é ainda muitas vezes utilizada para baixar a pressão arterial, sendo que seu efeito é muitas vezes comparado com remédios de farmácia.

3. Espinheiro branco

A flor desta planta contém tiramina, uma substância que protege o funcionamento do coração, além de melhorar os batimentos cardíacos, já que aumenta a liberação de catecolaminas.

Além disso, as flores, assim como os frutos do espinheiro branco também contêm elevada quantidade de flavonoides que têm ação antioxidante.

4. Garcinia Cambogia

A garcinia cambogia é uma pequena fruta que é muito usada para regular o apetite e ajudar no processo de emagrecimento, o que acaba tendo benefício sobre a saúde do coração.

No entanto, além disso, esta fruta também diminui o colesterol ruim, aumenta o colesterol bom e reduz os triglicerídeos, protegendo contra doenças cardiovasculares graves como AVC ou infarto, por exemplo.

5. Ginkgo biloba

O ginkgo biloba é uma planta muito utilizada em vários problemas de saúde. Isso porque esta planta é considerada um adaptogêneo, ou seja, é capaz de regular uma boa parte das funções corporais. Assim, no caso do coração, é capaz de regular seu funcionamento e batimento, seja em pessoas que tenham um batimento cardíaco muito elevado, mas também caso seja baixo.

Além disso, também diminui a ansiedade, reduz a pressão arterial e protege conta o efeito do colesterol ruim.

6. Alho

O alho contém substâncias cientificamente comprovadas que regulam os níveis de colesterol, diminuindo o risco de doenças cardíacas. Além disso, também facilita a circulação sanguínea, reduzindo a pressão sobre o coração.

7. Aipo

O aipo é uma planta que contém um composto, chamado de 3-n-butilftalato, que diminui a pressão arterial. Possui ainda efeito anti-inflamatório que reduz a inflamação de todo o organismo, favorecendo a saúde cardíaca.

8. Ruscus aculeatus

Esta planta é bastante eficaz na prevenção da má circulação, veias varicosas e problemas nas artérias. Além disso, possui saponinas que ajudam na proteção do coração.

9. Castanheiro-da-índia

As sementes do castanheiro-da-índia são uma fonte rica de escina, um tipo de saponina, que favorece a vasoconstrição, evitando o surgimento de inchaços no corpo, e que diminui a inflamação do coração.

Além disso, tanto as sementes como a casca do castanheiro, são muito ricos em flavonoides que melhoram a cirulação.

Como preparar um chá para o coração

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de uma das 9 plantas medicinais acima citadas e
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Coloque a erva na xícara e cubra com a água fervente. Deixe amornar devidamente tapado, coe e beba logo a seguir, para garantir uma maior concentração do princípio ativo. Recomenda-se tomar de 3 a 4 xícaras deste chá por dia para alcançar os benefícios pretendidos.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...