Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Garcínia Cambogia: para que serve, como usar e efeitos colaterais

A garcínia cambogia é uma planta medicinal, também conhecida como citrino, malabar tamarindo, Goraka e árvore do petróleo, cujo fruto, semelhante a uma pequena abóbora, pode ser utilizada para auxiliar no processo de emagrecimento, regular os níveis de colesterol e melhorar os níveis de energia, por exemplo

A garcínia cambogia pode ser encontrada em lojas de produtos naturais ou em forma de cápsulas que devem ser consumidas conforme a orientação do fitoterapeuta para que seja evitada sobredosagem e efeitos colaterais.

Garcínia Cambogia: para que serve, como usar e efeitos colaterais

Para que serve a Garcínia Cambogia

A garcínia tem sido muito utilizada para auxiliar no processo de emagrecimento, no entanto a sua eficácia ainda está sendo estudada. Essa planta é constituído pelo ácido hidroxicítrico, que é capaz de agir sobre uma enzima que atua no processo de conversão de carboidrato em gordura. Dessa forma, a garcínia pode interferir nesse processo e fazer com que o excesso de açúcar não entre nas células, mas sim que seja eliminado na urina e nas fezes.

Além disso, a garcínia cambogia pode ser considerada um inibidor natural do apetite pelo fato de estimular a produção de serotonina, aumentando a sensação de prazer e bem-estar.

Apesar de poder ser usada no emagrecimento, seus efeitos são questionados por muitos pesquisadores, já que a perda de peso resultado do uso da planta medicinal não é significativa e pode variar de acordo com os hábitos e estilo de vida da pessoa, como a realização da prática de atividades físicas e dieta hipo-calórica, podendo a perda de peso ter acontecido como consequência dessas atitudes e não devido ao uso da planta medicinal, por exemplo.

A garcínia também possui propriedades anti-inflamatórias, aromatizante, antioxidante e anti-viral, sendo capaz de regular os níveis de colesterol, ajudar no tratamento de úlceras, reumatismo, prisão de ventre e disenteria, além de melhorar nos níveis de energia e o sistema imunológico.

Modo de uso da garcínia cambogia

A Garcínia cambogia deve ser utilizada conforme a orientação do fitoterapeuta e pode ser consumida em chá ou em cápsulas. Normalmente é recomendado para adultos o consumo de 1 a 2 cápsulas de 500 mg por dia cerca de 1 hora antes das refeições.

A dose diária recomendada pode variar de acordo com a idade da pessoa e objetivo, podendo ser indicado o consumo de menos cápsulas por dia, por exemplo.

É importante que o uso dessa planta medicinal, principalmente quando o objetivo é o emagrecimento, seja feito em associação a uma dieta equilibrada e à prática de atividade física para que os resultados sejam mais duradouros. Saiba como eliminar a gordura visceral.

Efeitos colaterais e contraindicações

É importante que o uso da Garcínia Cambogia seja feito conforme a orientação do fitoterapeuta ou nutricionista para evitar efeitos colaterais, como por exemplo náuseas, dor de cabeça, tonturas, dor abdominal, febre, boca seca e dor de estômago, por exemplo.

Além disso, essa planta não deve ser usada em gestantes, crianças, diabéticos, pessoas que fazem uso de antidepressivos que promovem o aumento da serotonina, uma vez que a garcínia também promove o aumento de serotonina, podendo se tornar tóxico para o organismo.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem