Alfaestradiol: o que é, para que serve e como usar

Atualizado em abril 2024

Alfaestradiol é um remédio indicado para o tratamento da alopécia androgênica em homens e mulheres, que se caracteriza pela queda de cabelo causada por fatores hormonais. Esse remédio quando aplicado diretamente no couro cabeludo, age sobre a raiz do fio, evitando a queda do cabelo. 

O alfaestradiol pode ser encontrado em farmácias ou drogarias na forma de solução capilar para uso tópico, com o nome comercial Avicis ou Alozex, ou como genérico sob a designação “alfaestradiol”.

Leia também: Alopecia: o que é, sintomas, causas, tipos e tratamentotuasaude.com/alopecia

Este remédio deve ser usado com indicação do dermatologista, que deve orientar a dose e o tempo de tratamento de forma individualizada.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

O alfaestradiol é indicado para o tratamento ou prevenção da alopécia androgênica em homens e mulheres, que se caracteriza pela queda de cabelo associada a fatores hormonais, especialmente a testosterona, levando a uma atrofia dos folículos pilosos.

Leia também: Alopecia androgenética: o que é, sintomas, causas e tratamentotuasaude.com/alopecia-androgenetica

Esse remédio age diretamente sobre a raiz do folículo piloso, o que ajuda a evitar a queda do cabelo. Veja outros remédios que podem ser usados para o tratamento da queda de cabelo

Qual é o melhor alfaestradiol ou minoxidil?

Tanto o alfaestradiol como o minoxidil podem ser indicados pelo dermatologista para prevenir ou tratar a queda de cabelo causada pela alopecia androgenética.

O minoxidil ajuda a melhorar a circulação sanguínea, promovendo a absorção de nutrientes no bulbo capilar, prolongando a fase anágena, que é a fase de nascimento e crescimento dos fios.

Leia também: Minoxidil: para que serve, como usar (e efeitos colaterais)tuasaude.com/minoxidil-barba-cabelo-sobrancelha

Já o alfaestradiol age na raiz do folículo piloso, inibindo a ação da enzima 5-α-redutase, que acelera a queda do cabelo e, assim, evita sua queda.

Em alguns casos, o dermatologista pode indicar o uso do alfaestradiol e do minoxidil ao mesmo tempo, podendo ser manipulado em farmácias de manipulação.

Como usar

O alfaestradiol deve ser aplicado diretamente sobre a pele do couro cabeludo, uma vez ao dia, de preferência à noite, com a ajuda do aplicador, durante cerca de 1 minuto, de forma a que aproximadamente 3 mL da solução atinja o couro cabeludo.

Depois de aplicar o alfaestradiol, deve-se massagear o couro cabeludo de forma a melhorar a absorção da solução e lavar as mãos no final. 

O alfaestradiol pode ser aplicado no cabelo seco ou molhado, mas caso seja usado logo após o banho, deve-se secar bem o cabelo com uma toalha antes de aplicar.

Em quanto tempo o alfaestradiol faz efeito?

A melhora na queda do cabelo geralmente pode começar a ser observada após pelo menos 1 mês de tratamento com o alfaestradiol e o tempo de tratamento deve sempre ser orientado pelo médico.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns efeitos colaterais que podem ocorrer durante o tratamento com alfaestradiol são desconforto da pele do couro cabeludo, como queimação, coceira ou vermelhidão, o que se pode dever à presença de álcool na solução, sendo sintomas geralmente passageiros.

No entanto, se estes sintomas persistirem, deve-se consultar o médico para que seja reavaliado o tratamento.

Quem não deve usar

O alfaestradiol não deve ser usado por crianças com menos de 18 anos de idade, mulheres grávidas ou em amamentação.

Além disso, esse remédio não deve ser usado por pessoas que tenham alergia ao alfaestradiol ou qualquer outro componente da fórmula.

O alfaestradiol não deve ser aplicado no couro cabeludo com feridas, e também não deve ser aplicado em outras áreas do corpo ou em mucosas.

Vídeos relacionados