Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tumor no fígado: o que é, sintomas e como é feito o tratamento

O tumor no fígado é caracterizado pela presença de uma massa neste órgão, mas isto nem sempre é sinal de câncer. As massas no fígado são relativamente comuns em homens e mulheres e podem significar hemangioma ou adenoma hepatocelular, que são tumores benignos. Porém, apesar de não serem câncer podem causar aumento de volume do fígado ou sangramento hepático. 

O tratamento depende dos sintomas apresentados pela pessoa e da gravidade do tumor, podendo ser indicado pelo médico apenas observação da evolução do tumor e dos sintomas ou cirurgia para retirada do tumor ou de parte do fígado. O tumor no fígado tem cura se for identificado precocemente e tratado de acordo com a orientação médica.

Tumor no fígado: o que é, sintomas e como é feito o tratamento

O que pode ser tumor no fígado

Os tumores no fígado podem ser benignos ou malignos. Os benignos não se espalham para outra região do corpo, não representam risco para a saúde e podem ser:

Os tumores malignos causam sintomas e na maioria das vezes são resultados de metástase de câncer do intestino, por exemplo. Os principais tumores malignos do fígado são:

  • Carcinoma hepatocelular ou hepatocarcinoma: é o tipo mais comum de câncer primário do fígado, é mais agressivo e tem origem nas células que formam o fígado, os hepatócitos;
  • Angiossarcoma do fígado: é o tumor das células que revestem a parede dos vasos sanguíneos presentes no fígado e acontece devido à exposição a substâncias tóxicas, como o cloreto de vinil;
  • Colangiocarcinoma: é um tipo de tumor que tem origem nas vias biliares e normalmente ocorre em pessoas entre 60 e 70 anos;
  • Hepatoblastoma: é um tipo raro de tumor no fígado, geralmente ocorre em crianças com menos de 3 anos e estimula a produção do hormônio (hCG), que acelera o processo de puberdade, induzindo a uma puberdade precoce.

As pessoas que possuem gordura no fígado, têm cirrose hepática ou usam anabolizantes correm mais risco de desenvolver um tumor maligno no fígado. Saiba identificar os sinais de câncer no fígado.

Sinais e sintomas de tumor no fígado

Os tumores de fígado benigno geralmente não causam sintomas e normalmente só são descoberto num exame de rotina. Já os malignos apresentam alguns sintomas como:

  • Presença de massa abdominal;
  • Dor ou desconforto abdominal;
  • Sangramento no fígado;
  • Perda de peso;
  • Barriga inchada;
  • Mal estar;
  • Pele e olhos amarelados.

Assim que forem identificados os sintomas, o clínico geral ou hepatologista pode solicitar a realização de alguns exames diagnósticos de imagem, como ultrassonografia, tomografia computadorizada ou ressonância magnética para confirmação do diagnóstico. Em alguns casos pode ser necessário realizar biópsia para realizar o diagnóstico.

No caso dos tumores benignos, esses exames normalmente são solicitados para investigar qualquer outra condição que não esteja relacionada com o fígado. Os exames de sangue na maioria das vezes não indicam a ocorrência desses tipos de tumores, pois em geral as funções hepáticas se mantêm normais ou discretamente elevadas.

Como é feito o tratamento

O tratamento para tumor no fígado depende de muitos fatores, mas pode incluir exposição à radiação e por vezes, a cirurgia pode ser necessária para retirar o tumor ou a parte comprometida do fígado. A utilização de medicamentos para tumores no fígado não é muitas vezes indicada, já que parte do processo de metabolização do medicamento é realizado no fígado e quando este órgão está comprometido pode não haver metabolização correta do medicamento ou pode causar ainda mais danos no órgão. É importante buscar orientação do clínico geral ou hepatologista para uma orientação mais precisa em relação ao tratamento. 

Cirurgia de tumor no fígado

A cirurgia de tumor no fígado requer anestesia geral e o indivíduo deverá permanecer internado no hospital por alguns dias ou semanas. Dependendo do tipo de tumor e da sua gravidade o médico pode optar por não realizar a cirurgia.

Em alguns casos, o médico pode optar por não mexer nem no tumor e nem no fígado, mas observar a evolução do tumor e decidir por realizar intervenção cirúrgica quando o tumor pode comprometer o funcionamento do órgão. Assim, o médico pode optar por retirar o tumor ou parte do fígado para solucionar o quadro clínico do paciente.

Tumor no fígado tem cura?

O tumor no fígado pode ter cura quando a doença é descoberta precocemente e é devidamente tratada. A indicação da radioterapia, quimioterapia ou cirurgia vai depender do estado do tumor, se é avançado ou não e do estado geral de saúde da pessoa.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...