Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tricotomia cirúrgica: o que é e para que serve

A tricotomia é um procedimento pré-cirúrgico que tem como objetivo remover os pêlos da região a ser cortada para facilitar a visualização da região pelo médico e evitar possíveis infecções após a cirurgia e, consequentemente, complicações para o paciente.

Esse procedimento deve ser feito no hospital, duas horas antes da cirurgia e por um profissional capacitado, geralmente um enfermeiro.

Tricotomia cirúrgica: o que é e para que serve

Para que serve

A tricotomia é feita com o objetivo de diminuir as chances de infecção pós-operatória, já que os microrganismos também podem ser encontrados aderidos ao pêlo. Além disso, deixa a região mais "limpa" para o médico trabalhar.

A tricotomia deve ser realizada cerca de 2 horas antes da cirurgia por um enfermeiro ou técnico de enfermagem através do uso de um barbeador elétrico, devidamente limpo, ou de um equipamento específico, conhecido como tricotomizador elétrico. O uso de lâminas de barbear pode causar pequenas feridas e facilitar a entrada de microrganismos e, por isso, seu uso não é muito recomendado.

O profissional indicado para realizar a tricotomia deve utilizar luvas estéreis, cortar com tesoura os pêlos maiores e depois, com o uso do aparelho elétrico, remover o restante dos pêlos no sentido contrário ao de seu crescimento.

Esse procedimento só deve ser realizado na região em que será feito o corte da cirurgia, não sendo necessário remover pêlos de regiões mais distantes. No parto normal, por exemplo não é preciso retirar todos os pêlos pubianos, somente as laterais e na região próxima de onde será feita a episiotomia, que é um pequeno corte cirúrgico que é feito na região entre a vagina e o ânus que permite alargar a abertura vaginal e facilitar a saída do bebê. No caso de uma cesária, a tricotomia só deve ser feita na região próxima de onde será feito o corte.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar