Melhores chás para intestino irritável

Dezembro 2021

Alguns chás, como o chá de camomila ou o chá de hortelã-pimenta, podem ajudar a aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável, como dor abdominal, cólica ou excesso de gases, por exemplo, pois possuem substâncias com propriedades anti-inflamatórias, antiespasmódicas e calmantes do trato gastrointestinal.

Além disso, alguns destes chás também ajudam a aliviar a ansiedade, nervosismo e o estresse, que são fatores que podem levar ao surgimento, ou agravamento do intestino irritável. 

Embora não sirvam para substituir o tratamento médico, os chás são uma boa opção para complementar o tratamento. Além disso, é importante fazer uma alimentação pobre em cafeína, álcool, açúcares e gorduras pois são substâncias que irritam o intestino e agravam os sintomas. Confira como deve ser a alimentação para síndrome do intestino irritável

Melhores chás para intestino irritável

1. Chá de camomila

O chá de camomila é rico em compostos fenólicos como apigenina, quercetina e patuletina, com propriedades anti-inflamatórias e calmantes do trato gastrointestinal que ajudam a aliviar a cólica causada pelo intestino irritável.

Além disso, a camomila tem propriedades calmantes que podem ajudar a reduzir a ansiedade que pode provocar ou piorar o intestino irritável.

Ingredientes

  • 2 colheres (de chá) de flores secas de camomila;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as flores secas de camomila em uma xícara com a água fervente, tampar, deixar repousar durante cerca de 5 a 10 minutos e coar antes de beber. 

Este chá pode ser bebido 3 vezes por dia, e caso seja necessário pode ser adoçado com uma colher de chá de mel. 

Outra forma de preparar o chá de camomila é utilizando o saquinho do chá, que pode ser encontrado em supermercados ou farmácias. Confira outras forma de preparar o chá de camomila

2. Chá de hortelã-pimenta

O chá de hortelã-pimenta é uma boa opção de remédio caseiro para intestino irritável pois possui óleos essenciais na sua composição, como mentol, mentona e limoneno, que têm ação analgésica e antiespasmódica, ajudando a relaxar os músculos intestinais, e a reduzir a formação de gases, o que diminui as contrações que causam cólica intestinal. 

Ingredientes

  • 2 a 3 colheres de folhas frescas, secas ou trituradas de hortelã-pimenta;
  • 150 mL de água fervente.

Modo de preparo

Colocar as folhas de hortelã-pimenta numa xícara de chá e encher com água fervente. Deixar repousar durante 5 a 7 minutos e coar. Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia. 

3. Chá de funcho

O chá de funcho possui substâncias com ação anti-inflamatória, analgésica, antiespasmódica e digestiva, como anetol, estragol e alcânfora, que ajudam a aliviar a inflamação do intestino, diminuindo a dor abdominal, cólicas, diarréia ou gases, causados pela síndrome do intestino irritável.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de sementes de funcho;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as sementes de funcho na xícara de água fervente. Tampar e deixar amornar, durante 10 a 15 minutos. Coar e beber a seguir de 2 a 3 xícaras por dia, 20 minutos antes da refeição. Outra opção de preparo deste chá é usar o saquinho do chá de funcho. Saiba outras formas de usar o funcho.

O chá de funcho não deve ser usado por mulheres grávidas ou em amamentação. 

4. Chá de cominho

O chá de cominho é rico em luteolina e apigenina, com ação anti-inflamatória e antiespasmódica, que ajudam a aliviar as cólicas e os gases, causados pela síndrome do intestino irritável.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de folhas de cominho ou 1 colher (de chá) das sementes;
  • 200 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar o cominho na água fervente, tampar e deixar repousar por 10 minutos. Coar e beber no máximo 2 a 3 xícaras deste chá por dia.

O chá de cominho não deve ser usado por mulheres grávidas ou em amamentação ou por pessoas que tenham diabetes ou utilizam remédios anticoagulantes.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • BADGUJAR, S. B.; et al. Foeniculum vulgare Mill: A Review of Its Botany, Phytochemistry, Pharmacology, Contemporary Application, and Toxicology. Biomed Res Int. 2014. 842674, 2014
  • PORTINCASA, P.; et al. Irritable bowel syndrome and diet. Gastroenterol Rep (Oxf). 5. 1; 11–19, 2017
  • AGAH, S.; et al. Cumin Extract for Symptom Control in Patients with Irritable Bowel Syndrome: A Case Series. Middle East J Dig Dis. 5. 4; 217–222, 2013
  • SANTOS, A. R. F. C.; et al. Matricaria chamomilla L: propriedades farmacológicas. Arch Health Invest. 8. 12; 846-852, 2019
  • HAWRELAK, J. A.; et al. Western Herbal Medicines in the Treatment of Irritable Bowel Syndrome: A Systematic Review and Meta-analysis. Complementary Therapies in Medicine. 1-48, 2019
  • GRUNDMANN, O.; YOON, S. L. Complementary and alternative medicines in irritable bowel syndrome: An integrative view. World J Gastroenterol. 20. 2; 346–362, 2014
Mais sobre este assunto: