Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para insuficiência respiratória

O tratamento da insuficiência respiratória deve ser orientado por um pneumologista e, normalmente, varia de acordo com a causa da doença e o tipo de insuficiência respiratória, sendo que a insuficiência respiratória aguda deve ser sempre tratada em internamento no hospital.

Já no caso da insuficiência respiratória crônica, o tratamento pode ser feito em casa com:

  • Remédios que ajudam a entrada de ar nos pulmões: medicamentos como Carbocisteína ou Acebrofilina diminuem a quantidade de secreções nos pulmões, melhorando os níveis de oxigênio no sangue;
  • CPAP: é um aparelho que facilita a respiração durante o sono e, por isso, é muito utilizado quando o paciente apresenta diminuição dos níveis de oxigênio durante a noite. Saiba mais sobre este aparelho em: CPAP;
  • Máscara de oxigênio portátil: é usada quando o paciente apresenta falta de ar durante o dia para fazer as atividades diárias, como subir escadas ou trabalhar, por exemplo;
  • Traqueostomia: este tipo de tratamento só é utilizado quando a insuficiência respiratória é causada por doenças na boca e garganta, como tumores ou câncer.

Além destes tratamentos e dependendo da gravidade da doença, o médico pode ainda recomendar fazer fisioterapia para fortalecer os músculos respiratórios e facilitar a entrada de oxigênio nos pulmões, diminuindo a necessidade de tratamento ao longo dos anos.

Durante o tratamento, o paciente deve fazer consultas regulares com o pneumologista para avaliar os seus níveis de oxigênio no sangue e reavaliar o tratamento, evitando o surgimento de complicações muito graves, como parada respiratória ou cardíaca.

Nos casos mais graves, em que o paciente tem muita dificuldade para respirar ou não consegue controlar os níveis de oxigênio com os tratamento indicados acima, o paciente deve ser internado no hospital para ficar ligado a um ventilador.

Tratamento fisioterapêutico para insuficiência respiratória

O tratamento fisioterapêutico para insuficiência respiratória, também conhecida como cinesioterapia, deve ser feito em clínicas especializadas, pelo menos 3 vezes por semana, para ajudar a eliminar o excesso de secreções e aumentar a capacidade dos pulmões, melhorando a respiração e os níveis de oxigênio no sangue.

Leia mais sobre este tipo de fisioterapia em: Fisioterapia respiratória.

Sinais de melhora da insuficiência respiratória

Os sinais de melhora da insuficiência respiratória, geralmente, surgem 3 dias após o início do tratamento e incluem diminuição da sensação de falta de ar, redução do cansaço, respiração normal e dedos rosados, por exemplo.

Sinais de piora da insuficiência respiratória

Os sinais de piora da insuficiência respiratória surgem quando o tratamento não está tendo efeito ou não está a ser feito de forma adequada, incluindo dificuldade para respirar, falta de ar, cansaço excessivo ao caminhar, tonturas, dor no peito ou dedos azulados e frios.

Complicações da insuficiência respiratória

As principais complicações da insuficiência respiratória incluem coma, parada respiratória ou parada cardíaca.

Saiba mais sobre este problema em: Insuficiência respiratória.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...