Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento para febre amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa que, embora seja grave, na maior parte das vezes pode ser tratada em casa, desde que o tratamento seja orientado por um clínico geral ou infectologista.

Uma vez que não existe um medicamento capaz de eliminar o vírus do organismo, o objetivo consiste em aliviar os sintomas da doença, como febre, dor de cabeça, náuseas e vômitos, assim como avaliar se a pessoa está desenvolvendo a forma mais grave da doença.

Caso a pessoa esteja desenvolvendo a forma mais grave, que é caracterizada por aumento da febre, dor abdominal intensa e sangramentos, o tratamento precisa ser feito em internamento no hospital, para diminuir o risco de complicações sérias, como insuficiência renal. Veja mais sobre os sintomas da febre amarela, incluindo os sintomas da forma mais grave.

Como é feito o tratamento para febre amarela

O tratamento feito em casa deve incluir:

1. Repouso

O repouso é muito importante para a recuperação de qualquer tipo de infecção, pois garante que o corpo tem a energia necessária para combater o vírus e acelerar a recuperação, além de ajudar a aliviar a dor muscular e a sensação de cansaço.

Dessa forma, a pessoa com febre amarela deve ficar em casa e evitar ir à escola ou ao trabalho.

2. Boa hidratação

Uma correta hidratação é outro dos passos mais importante para combater o vírus da febre amarela, pois a água é essencial para o bom funcionamnto do corpo, incluindo seu sistema de defesas naturais.

Assim, é recomendado que a pessoa ingira cerca de 2 litros de água por dia, que pode ser na forma de água filtrada, água de coco, sucos naturais ou chás, por exemplo.

3. Remédios indicados pelo médico

Além do repousa e da hidratação, o médico pode também aconselhar o uso de alguns remédios, dependendo do tipo de sintomas que a pessoa apresenta. Os mais comuns incluem:

  • Remédios antipiréticos, como o Paracetamol, de 8 em 8 horas para diminuir a febre e a dor de cabeça;
  • Remédios analgésicos, como Paracetamol ou Dipirona, para aliviar as dores musculares;
  • Protetores do estômago, como Cimetidina e Omeprazol, para evitar gastrite, úlcera e diminuir risco de sangramento;
  • Remédio contra vômito, como Metoclopramida para controlar os vômitos.

Não são recomendados os remédios que contenham ácido acetilsalicílico porque podem causar hemorragias e causar a morte, assim como acontece em caso de dengue. Alguns remédios que são contraindicados em caso de febre amarela são AAS, aspirina, Doril e Calmador. Veja outros que também não podem ser usados contra febre amarela.

Tratamento para a forma grave da febre amarela

Nos casos mais graves, o tratamento deve ser feito em internamento no hospital com soro e remédios na veia, assim como oxigênio para evitar complicações graves, como hemorragias ou desidratação, que podem colocar em risco a vida da pessoa.

Possíveis complicações

As complicações afetam de 5 a 10% dos pacientes com febre amarela e neste caso o tratamento deve ser feito com internamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Podem ser sinais de complicações a diminuição da urina, apatia, prostração, vômito com sangue e insuficiência renal, por exemplo. Quando o paciente chega neste estado deve ser levado para o hospital para que fique internado porque pode ser necessário fazer hemodiálise ou ser intubado, por exemplo.

Sinais de melhora ou piora

Os sinais de melhora da febre amarela surgem 2 a 3 dias após o início do tratamento e incluem diminuição da febre, alívio das dores musculares e da dor de cabeça, assim como redução do número de vômitos.

Já os sinais de piora estão relacionados com a desidratação e, por isso, incluem aumento do número de vômitos, diminuição da quantidade de urina, cansaço excessivo e apatia. Nestes casos, é recomendado ir ao pronto-socorro para iniciar o tratamento adequado.

Bibliografia >

  • NEVES, David P. Parasitologia Humana. 12 ed. Atheneu, 395-398.
  • INSTITUTO DE TECNOLOGIA EM IMUNOBIOLÓGICOS - FIOCRUZ. Febre amarela: sintomas, transmissão e prevenção. Disponível em: <https://www.bio.fiocruz.br/index.php/febre-amarela-sintomas-transmissao-e-prevencao>. Acesso em 31 Mai 2019
  • GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Febre Amarela. Disponível em: <https://mosquito.saude.es.gov.br/febre-amarela>. Acesso em 31 Mai 2019
  • MÉDICOS SEM FRONTEIRAS. Febre Amarela. Disponível em: <https://www.msf.org.br/o-que-fazemos/atividades-medicas/febre-amarela>. Acesso em 31 Mai 2019
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Febre amarela: sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: <http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/febre-amarela-sintomas-transmissao-e-prevencao>. Acesso em 31 Mai 2019
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Vacinação Febre Amarela. Disponível em: <http://www.saude.gov.br/assessoria-de-imprensa/920-saude-de-a-a-z/febre-amarela/10771-vacinacao-febre-amarela>. Acesso em 31 Mai 2019
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNOLOGIA (SBIM). Calendário de vacinação - do nascimento aos 19 anos (2019/2020). 2019. Disponível em: <https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-crianca.pdf>. Acesso em 31 Mai 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem