Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento para bulimia

O tratamento para a bulimia é feito através de terapia comportamental e de grupo e de acompanhamento nutricional, pois assim é possível que seja identificada a causa da bulimia, sejam propostas formas de diminuir o comportamento compensatório e a obsessão pelo corpo, e para promover uma relação mais saudável com a comida.

Em alguns casos, pode ser necessário também o uso de remédios, principalmente quando nas sessões de terapia são identificados sinais e sintomas de alterações psicológicas que possam estar relacionadas com a bulimia, como depressão e ansiedade, por exemplo. Conheça mais sobre a bulimia.

Como é feito o tratamento para bulimia

1. Terapia

A realização de terapia é importante para que o psicólogo consiga identificar o comportamento da pessoa e sugerir formas de fazer com que a pessoa pense de outra maneira para enfrentar situações e sentimentos que possam estar relacionados com a bulimia, além de também ser importante para estabelecer estratégias de conscientização corporal e para evitar os comportamentos compensatórios.

Além disso, as sessões de terapia também ser voltadas para entender as relações pessoais do paciente ou momentos difíceis como perdas de entes queridos ou grandes mudanças na vida pessoal ou profissional, com a finalidade de fortalecer os relacionamentos familiares e com amigos, que poderão dar apoio para superar a bulimia.

As sessões de terapia devem ser realizadas 1 a 2 vezes por semana e pode ser também indicada a realização de terapia de grupo, pois nessa situação outras pessoas que também possuem bulimia ou que já foram tratadas podem participar e compartilhar suas experiências, promovendo empatia e estimulando o tratamento.

2. Acompanhamento nutricional

O acompanhamento nutricional é fundamental no tratamento da bulimia e é feito de forma a esclarecer dúvidas sobre alimentação e calorias dos alimentos, mostrando como fazer escolhas alimentares saudáveis para favorecer o controle ou a perda de peso sem colocar a saúde em risco, além de estimular uma relação saudável com comida.

Dessa forma, o nutricionista elabora um plano alimentar para a pessoa, respeitando suas preferências e estilo de vida, e que promova o desenvolvimento correto e bom funcionamento do organismo. Além disso, o plano alimentar é feito também levando em consideração qualquer deficiência nutricional, podendo em alguns casos ser indicado o uso de suplementos de vitaminas e minerais, por exemplo.

3. Medicamentos

O uso de medicamentos só é indicado quando durante a terapia o psicólogo verifica sinais de que a bulimia está relacionada com outro transtorno psicológico, como depressão ou ansiedade, por exemplo. Nesses casos, a pessoa é encaminhada para o psiquiatra para que possa ser feita nova avaliação e ser indicado o medicamento mais adequado.

É importante qua a pessoa faça uso do medicamento de acordo com a recomendação do psiquiatra, bem como realize consultas regulares, pois assim é possível que seja verificada a resposta ao tratamento e possam ser feitos ajustes nas doses dos medicamentos.

Quanto tempo dura o tratamento

A duração do tratamento para a bulimia varia de pessoa para pessoa, isso porque depende de vários fatores, sendo o principal o reconhecimento e aceitação do transtorno pela pessoa e compromisso em seguir as orientações do nutricionista, psicólogo e psiquiatra.

Assim, o tratamento deve ser feito até que não sejam verificados mais sinais de que a pessoa pode voltar a ter recaídas da doença, no entanto é ainda importante manter sessões de terapia e o acompanhamento nutricional.

Para acelerar o processo de recuperação da pessoa e promover a sua sensação de bem-estar, é importante que a família e amigos estejam próximos para dar suporte e apoio durante o tratamento.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem