Tioconazol: para que serve e como usar

O tioconazol é um medicamento antifúngico principalmente indicado nos casos de candidíase genital, no entanto também apresenta atividade contra fungos responsáveis por infecções na pele e algumas bactérias, incluindo a Gardnerella vaginalis, e o parasita Trichomonas vaginalis, e, por isso, pode também ser indicado no tratamento de vulvovaginites causadas por esses microrganismos.

O tioconazol pode ser encontrado na forma de pomada, creme vaginal ou óvulo vaginal e pode ser comercializado sob o nome de Gino-tralen, Gynomax e Seczol, por exemplo, sendo importante que o seu uso seja feito de acordo com a orientação médica.

Tioconazol: para que serve e como usar

Para que serve

O tioconazol é um medicamento principalmente indicado para o tratamento de infecção vaginal por leveduras, principalmente do gênero Candida sp., no entanto também apresenta atividade contra fungos dermatófitos, como os fungos responsáveis pela Tinea pedis, Tinea cruris e Tinea versicolor.

Além disso, o tioconazol apresenta atividade contra algumas bactérias, como Staphylococcus spp, Streptococcus spp e Gardnerella vaginalis, além de ação contra o parasita Trichomonas vaginalis. Dessa forma, o uso desse medicamento pode também ser indicado no tratamento de vulvovaginites, sendo normalmente combinado com o tinidazol para o tratamento desse tipo de infecção.

Como usar

O modo de uso do tioconazol pode variar de acordo com a forma em que é apresentado, ou seja, se em pomada ou óvulo vaginal. No caso de pomada para tratamento de infecções na pele, o medicamento deve ser aplicado na região afetada 1 a 2 vezes por dia, de acordo com a orientação do médico.

Já nos casos de infecções vaginais, pode ser recomendado o uso de creme (pomada) vaginal 6,5% ou óvulo. A pomada vagina deve ser aplicada com auxílio de um aplicador pelo tempo recomendado pelo médico, sendo recomendada que a aplicação seja feita a noite, de preferência antes de dormir e que a aplicação seja feita o mais profundo possível, para garantir o sucesso do tratamento. O óvulo vaginal também deve ser aplicado a noite e é de dose única.

Possíveis efeitos colaterais

Na maioria dos casos, o tioconazol não provoca efeitos colaterais, sendo bem tolerado. No entanto, em alguns casos pode ser notada coceira, vermelhidão e/ou inchaço no local de utilização do medicamento, formigamento e dor abdominal.

Quando não é indicado

O tioconazol não é indicado para pessoas que possuem hipersensibilidade a agentes antifúngicos imidazólicos ou a qualquer outro componente da fórmula.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • PFIZER. Gino-Tralen® (tioconazol). Disponível em: <http://www4.anvisa.gov.br/base/visadoc/BM/BM%5B26031-1-0%5D.PDF>. Acesso em 16 Set 2021
Mais sobre este assunto: