Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Terapia gênica: o tratamento que pode curar o câncer e outras doenças

A terapia genética, ou gênica, é um tratamento inovador que utiliza modificações dos genes para tratar uma doença e pode, no futuro, ser a cura de diversas doenças genéticas e, até mesmo, do câncer.

Este tipo de terapia consiste, principalmente, em provocar mudanças no DNA das células afetadas pela doença e ativar as defesas do corpo para reconhecerem os tecidos danificados e conseguirem eliminá-los, o que é feito com a injeção de tecidos ou vírus geneticamente modificados no organismo do paciente.

As doenças que podem vir a ser tratadas desta forma são aquelas que envolvem alguma alteração no DNA, como o câncer, doenças auto-imunes, diabetes, epilepsia, dentre outras doenças degenerativas ou genéticas, entretanto, em muitos casos ainda estão em fase de testes. 

Terapia gênica: o tratamento que pode curar o câncer e outras doenças

Como é feita

A terapia genética consiste no uso de genes ao invés de medicamentos para tratar doenças. Ela é feita alterando-se o material genético do tecido comprometido pela doença por outro que seja normal. A forma mais comum de se conseguir realizar esta alteração é através de um método chamado ex-vivo, que é feita através dos seguintes passos:

  1. Coleta-se uma amostra do tumor ou tecido do órgão afetado;
  2. Localiza-se o local do DNA que está alterado na doença;
  3. São obtidos fragmentos de DNA que contém a informação correta e são colocados dentro do material genético de um vetor, que pode ser um vírus;
  4. Injeta-se o novo vírus geneticamente modificado na amostra de tecido doente (o vírus também é alterado para não conseguir provocar doenças);
  5. O tecido com o novo material genético é introduzido no organismo, para que assim as células passem a se comportar de forma saudável, corrigindo o defeito genético.

Além disso, outra forma de terapia gênica, menos utilizada, é chamada de método in vivo, feita injetando-se o tecido com material genético modificado diretamente no organismo, sem necessidade de passar por uma amostra fora do corpo.

Terapia gênica: o tratamento que pode curar o câncer e outras doenças

Doenças que a terapia gênica pode tratar

A terapia gênica é promissora para o tratamento de qualquer doença genética, entretanto, somente para algumas já pode ser realizada ou está em fase de testes. Alguns tratamentos disponíveis incluem:

  • Tratamento do câncer, principalmente leucemias, linfomas, melanomas e sarcomas ou
  • Doenças causadas por mutações genéticas, como deficiência de adenosina deaminase, leucodistrofia metacromática ou síndrome de Wiskoff-Aldrich, por exemplo.

Este tipo de terapia também é promissora ao tratamento de outras doenças, como HIV, hemofilia, doença de Parkinson, além de diversas doenças auditivas ou visuais, entretanto, ainda não está disponível nos centros médicos do Brasil, pois é cara e necessita de uma tecnologia avançada.

Terapia genética contra o câncer

A terapia genética para tratamento do câncer já é realizada em alguns países, e pretende ser iniciada no Brasil em 2018. Entretanto, é particularmente indicada para casos específicos de leucemias, linfomas, melanomas ou sarcomas, por exemplo. 

Este tipo de terapia consiste, principalmente, em ativar as células de defesa do corpo para reconhecerem as células tumorais e conseguirem eliminá-las, o que é feito com a injeção de tecidos ou vírus geneticamente modificados no organismo do paciente.

Acredita-se que, futuramente, a terapia gênica se torne mais eficiente e substitua os tratamentos atuais para o câncer, entretanto, como ainda é cara e necessita de uma tecnologia avançada, é preferencialmente indicada em casos que não respondem ao tratamento com quimioterapia, radioterapia e cirurgia. Saiba como é feita a quimioterapia para tratar o câncer e seus efeitos no organismo.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...