Tamponamento cardíaco: o que é, sintomas, causas e tratamento

O tamponamento cardíaco é uma emergência médica em que há acúmulo de líquido entre as duas membranas do pericárdio, que são responsáveis por revestir o coração, o que gera sintomas como dificuldade para respirar, diminuição da pressão arterial e aumento da frequência cardíaca.

Como consequência do acúmulo de líquido, o coração não consegue bombear a quantidade de sangue suficiente para os órgãos e tecidos, o que pode resultar em choque e morte caso não seja tratada a tempo.

Tamponamento cardíaco: o que é, sintomas, causas e tratamento

Principais sintomas

Os principais sintomas que podem um tamponamento cardíaco são:

  • Respiração mais rápida que o normal;
  • Aumento do batimento cardíaco;
  • Febre;
  • Pulsação que desaparece ou diminui durante a inspiração;
  • Dilatação das veias do pescoço;
  • Dor forte no peito;
  • Pés e mãos frios e roxos;
  • Falta de apetite;
  • Dificuldade para engolir:
  • Tosse;
  • Dificuldade para respirar;
  • Diminuição da pressão arterial;
  • Desmaio.

Caso exista suspeita de tamponamento cardíaco ou algum problema no coração é recomendado ir imediatamente ao pronto-socorro ou ao hospital mais próximo para que sejam feitos exames como ecocardiograma e eletrocardiograma, de forma a confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico do tamponamento cardíaco é feito pelo cardiologista através da realização de raio-X de tórax, ressonância magnética, eletrocardiograma e ecocardiograma transtorácico, que é um exame que permite verificar, em tempo real, características do coração, como tamanho, espessura do músculo e funcionamento. Entenda melhor o que é o ecocardiograma e como é feito.

É importante realçar que logo que surjam os sintomas de tamponamento cardíaco, deve-se fazer um ecocardiograma o mais rápido possível, pois é o exame de escolha para confirmar o diagnóstico nestes casos.

Causas do tamponamento cardíaco

Existem diversas situações que podem provocar o acúmulo de líquido no espaço pericárdico e resultar no tamponamento cardíaco. As principais são:

  • Pancadas no tórax por acidentes de carro;
  • Histórico de câncer, especialmente dos pulmões ou coração;
  • Hipotireoidismo;
  • Pericardite, que é a inflamação do coração por infecções bacterianas ou virais;
  • História de insuficiência renal;
  • Infarto recente;
  • Lúpus eritematoso sistêmico;
  • Tratamento de radioterapia;
  • Uremia, que corresponde à elevação de ureia no sangue;
  • Cirurgia recente ao coração que causem lesões no pericárdio.

As causas do tamponamento devem ser identificadas e tratadas rapidamente para que complicações cardíacas sejam evitadas.

Como é o tratamento

O tratamento para tamponamento cardíaco deve ser feito o mais rápido possível por meio da reposição do volume de sangue e repouso absoluto da cabeça, que deve estar ligeiramente levantada. Além disso, pode ser necessário o uso de analgésicos, como a Morfina, e diuréticos, como a Furosemida, por exemplo, para estabilizar o quadro do paciente até que o líquido possa ser retirado por meio de cirurgia. É realizada também administração de oxigênio com o objetivo de reduzir a carga sobre o coração, diminuindo a necessidade de sangue pelos órgãos.

A Pericardiocentese é um tipo de procedimento cirúrgico que tem como objetivo retirar o excesso de líquido do coração, no entanto é considerado um procedimento provisório, porém suficiente para aliviar os sintomas e salvar a vida do paciente. O tratamento definitivo recebe o nome de Janela Pericárdica, em que é feita a drenagem do líquido pericárdico para a cavidade pleural que envolve os pulmões.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • STATPEARLS. Cardiac Tamponade. 2020. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK431090/>. Acesso em 08 Jun 2021
  • EUROPEAN SOCIETY OF CARDIOLOGY. Cardiac Tamponade Non Invasive Assessment by Echo. 2019. Disponível em: <https://www.escardio.org/static-file/Escardio/Subspecialty/EACVI/Education/Teaching%20courses/2019/Cardiac%20Tamponade.pdf>. Acesso em 08 Jun 2021
Mais sobre este assunto: