Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Hipopituitarismo, Como identificar e Tratar

Atualizado em Abril 2019

O hipopituitarismo é uma alteração rara na qual a glândula pituitária do cérebro, também conhecida como hipófise, não consegue produzir um ou mais hormônios em quantidade suficiente. Quando isso acontece, vários mecanismos corporais podem não funcionar corretamente, especialmente os que estão relacionados com o crescimento, pressão arterial ou reprodução.

Dependendo do hormônio que está afetado, os sintomas podem variar, mas geralmente o médico pode suspeitar de um caso de hipopituitarismo quando uma criança não está crescendo num ritmo normal ou quando uma mulher tem problemas de fertilidade, por exemplo.

Embora exista tratamento, o hipopituitarismo não pode ser curado e, por isso, é muito comum que a pessoa tenha de fazer o tratamento indicado pelo médico pelo resto da vida, para controlar os sintomas.

O que é Hipopituitarismo, Como identificar e Tratar

Principais sintomas

Os sintomas do hipopituitarismo variam de acordo com o hormônio afetado, no entanto, os sinais mais comuns incluem:

  • Cansaço fácil;
  • Dor de cabeça constante;
  • Perda de peso sem razão aparente;
  • Sensibilidade excessiva para o frio ou calor;
  • Pouco apetite;
  • Inchaço do rosto;
  • Infertilidade;
  • Articulações doloridas;
  • Ondas de calor, menstruação irregular ou dificuldade para produzir leite materno;
  • Diminuição dos pêlos do rosto em homens;
  • Dificuldade para aumentar de tamanho, no caso de crianças.

Estes sintomas normalmente surgem lentamente ao longo do tempo, embora também existam casos mais raros em que surgem de um momento para o outro.

Assim, sempre que existir suspeita de estar com hipopituitarismo é importante consultar um clínico geral ou um endocrinologista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento mais adequado.

Como confirmar o diagnóstico

A melhor forma para confirmar o diagnóstico de hipopituitarismo é consultar um clínico geral ou um endocrinologista para fazer um exame de sangue e confirmar os valores dos hormônios produzidos pela hipófise. Caso exista hipopituitarismo é normal que um ou vários valores estejam inferiores ao esperado.

O que causa hipopituitarismo

O hipopituitarismo pode existir logo ao nascimento, no entanto, é mais frequente que surja após algum problema que leve a uma alteração da hipófise. Os problemas que podem causar hipopituitarismo incluem:

  • Pancadas fortes na cabeça;
  • Tumores cerebrais;
  • Cirurgia ao cérebro;
  • Sequelas de radioterapia;
  • AVC;
  • Tuberculose;
  • Meningite.

Além disso, alterações no hipotálamo, que é outra região do cérebro, logo acima da hipófise, também podem resultar em hipopituitarismo. Isso acontece porque o hipotálamo é responsável por produzir hormônios que influenciam o funcionamento da hipófise.

Como é feito o tratamento

Na maior parte dos casos, o tratamento para hipopituitarismo é feito com remédios que ajudam a repor os níveis de hormônios que estão sendo produzidos em menos quantidade pela hipófise e que devem ser mantidos por toda a vida, para controlar os sintomas.

Além disso, o médico também pode receitar o uso de cortisona, que pode ser usada em momentos de crise, quando se está doente ou durante momentos de maior estresse.

Já se o hipopituitarismo estiver sendo provocado por um tumor, é importante fazer a cirurgia para retirar o tecido afetado.

De qualquer modo, é muito importante que a pessoa com hipopituitarismo faça consultas regulares no médico para avaliar os níveis hormonais e adequar as doses de tratamento, de maneira a evitar os sintomas e as complicações como infertilidade, por exemplo.


Bibliografia

  • HORMONE HEALTH NETWORK. Hypopituitarism. Link: <www.hormone.org>. Acesso em 26 Abr 2019
  • MAYO CLINIC. Hypopituitarism. Link: <www.mayoclinic.org>. Acesso em 26 Abr 2019
  • YEON, Kim Seong. Diagnosis and Treatment of Hypopituitarism. Endocrinology and Metabolism. 443-455, 2015
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem