Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Andropausa: Principais sintomas e Diagnóstico

Os principais sintomas de andropausa são alterações repentinas de humor e fadiga, que surgem em homens por volta dos 50 anos de idade, quando a produção de testosterona no organismo começa a diminuir.

Essa fase nos homens é semelhante ao período da menopausa das mulheres, quando também ocorre a diminuição dos hormônios femininos no corpo e, por isso, a andropausa pode ser conhecida popularmente como 'menopausa masculina'.

Caso ache que pode estar entrando na menopausa, assinale o que está sentindo:

  1. 1. Falta de energia e cansaço excessivo
    Sim
    Não
  2. 2. Sentimentos de tristeza frequentes
    Sim
    Não
  3. 3. Suores e ondas de calor
    Sim
    Não
  4. 4. Diminuição do desejo sexual
    Sim
    Não
  5. 5. Diminuição da capacidade de ereção
    Sim
    Não
  6. 6. Ausência de ereções espontâneas pela manhã
    Sim
    Não
  7. 7. Diminuição de pelos no corpo, incluindo na barba
    Sim
    Não
  8. 8. Diminuição da massa muscular
    Sim
    Não
  9. 9. Dificuldade de concentração e problemas de memória
    Sim
    Não
Imagem que indica que o site está carregando

É importante lembrar que a maior parte dos homens apresenta apenas alguns desses sintomas, mas é sempre importante consultar um clínico geral ou um urologista, para avaliar a saúde e prevenir problemas de saúde, como osteoporose e a anemia, que também são comuns nessa fase da vida. 

Andropausa: Principais sintomas e Diagnóstico

Como confirmar o diagnóstico

A andropausa pode ser facilmente identificada através de um exame de sangue que mede a quantidade de testosterona no corpo. Assim, homens com mais de 50 anos com sintomas que possam indicar diminuição dos níveis de testosterona devem consultar o clínico geral, urologista ou endocrinologista. 

Como aliviar os sintomas da andropausa

O tratamento da andropausa, geralmente, é feito com o uso de medicamentos que aumentam os níveis de testosterona no sangue, através de comprimidos ou injeções, no entanto, o urologista ou o endocrinologista são os médicos que devem avaliar e indicar o tratamento mais adequado.

Além disso, é ainda importante ter hábitos de vida saudáveis como:

  • Fazer uma dieta equilibrada e variada;
  • Fazer exercício 2 ou 3 vezes por semana;
  • Dormir 7 a 8 horas por noite;

Em casos mais severos, em que o homem apresenta sinais de depressão, pode ser ainda necessário fazer psicoterapia ou iniciar o uso de antidepressivos, como Citalopram ou Sertralina, por exemplo. Veja mais sobre o tratamento e remédio caseiro para andropausa.

Possíveis consequências

As consequências da andropausa estão relacionadas com a redução dos níveis de testosterona no sangue, principalmente quando o tratamento não é feito e inclui osteoporose, que leva ao aumento do risco de fraturas, e anemia, pois a testosterona estimula a produção de glóbulos vermelhos. 

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...