Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Síndrome da sela vazia

A síndrome da sela vazia é um problema que surge quando a sela túrcica está preenchida com líquido cefalorraquidiano devido a uma herniação para dentro da sela, o que leva à compressão do tecido hipofisário normal, podendo prejudicar a produção de alguns hormônios ou o funcionamento de outras glândulas, como ovários, testículos ou tireoide, por exemplo.

Geralmente, esta síndrome é mais frequente em pacientes com tumor na hipófise, que fizeram radioterapia ou que foram submetidos à cirurgia para retirar uma parte da hipófise, no entanto, também pode aparecer desde a nascença devido à compressão da hipófise por líquido cefalorraquidiano.

A síndrome da sela vazia raramente causa complicações e, por isso, na maioria dos casos, não é preciso fazer qualquer tipo de tratamento.

Sintomas da síndrome da sela vazia

Os sintomas da síndrome da sela vazia incluem:

  • Dores de cabeça frequentes;
  • Alterações na visão;
  • Diminuição da líbido;
  • Excesso de cansaço

Além disso, também pode surgir disfunção erétil no homem com síndrome da sela turca vazia, assim como ausência ou irregularidade do período menstrual na mulher.

Porém, os sintomas da síndrome da sela vazia são muito raros, sendo comum que o problema seja diagnosticado durante uma ressonância magnética ou tomografia de rotina.

Tratamento para síndrome da sela vazia

O tratamento para a síndrome da sela vazia deve ser orientado por um endocrinologista, mas normalmente só é iniciado quando o paciente apresenta sintomas de redução de hormônios importantes, por exemplo. Nestes casos é feita reposição hormonal para garantir os níveis normais de hormônio no organismo.

Nos casos mais graves, como tumor da hipófise, pode ser necessária cirurgia para retirar a parte afetada da hipófise e melhorar o seu funcionamento.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...