4 sinais de que você está em trabalho de parto

Revisão médica: Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
janeiro 2022

As contrações uterinas ritmadas e o rompimento da bolsa das águas são uns dos sinais de que o trabalho de parto começou, enquanto que a dilatação do colo do útero e a perda do tampão mucoso, que é uma substância presente no canal vaginal que ajuda a proteger o bebê contra microrganismos, indicam que o parto pode começar dentro de algumas horas ou dias.

O trabalho de parto pode surgir a partir das 20 semanas de gestação, no caso de bebês prematuros ou a partir de 37 semanas, para os bebês a termo, e a duração do parto pode variar entre 11 a 24 horas, mas este tempo pode diminuir a cada gravidez.

Os sinais do parto geralmente surgem pouco a pouco, com cólicas parecidas com as da menstruação e que vão se tornando mais intensas e dolorosas. Conheça algumas causas da cólica na gravidez.

Os 4 principais sinais que indicam que o trabalho de parto está começando são:

1. Contrações ritmadas

Contrações são relativamente frequentes ao longo da gravidez, especialmente no último trimestre, período em que o corpo começa a preparar os músculos para o momento do parto.

No entanto, algumas horas antes do parto essas contrações começam a ser mais frequentes, mais fortes e a surgir em menor espaço de tempo entre elas, tornando-se mais ritmadas. Geralmente é indicado ir para o hospital quando as contrações duram entre 45 e 60 segundos e aparecem entre 3 e 5 minutos.

2. Perda do tampão mucoso

A partir da 37ª semana de gravidez acontece a perda do tampão mucoso, que pode ser identificado quando a mulher vai ao banheiro e, ao limpar-se, observa a presença de uma secreção gelatinosa rosada ou ligeiramente marrom. Veja como identificar o tampão mucoso.

Junto com o tampão mucoso poderá também ter um leve sangramento. No entanto, caso a perda de sangue seja intensa, é importante entrar em contato com o obstetra ou procurar um atendimento de emergência.

3. Rompimento da bolsa das águas

O rompimento da bolsa das águas pode acontecer no início ou no final do trabalho de parto, causando a saída de um líquido semelhante à urina, porém com uma cor mais clara, turva e que pode conter alguns traços esbranquiçados.

Ao contrário da vontade de urinar, no caso do rompimento da bolsa das águas, a mulher não consegue segurar a saída do líquido.

4. Dilatação do colo do útero

Outro indicador de que o bebê está perto de nascer é a dilatação do colo do útero, que é o aumento da abertura do colo do útero à medida que o trabalho de parto se desenvolve, mas que só pode ser observado no hospital pelo obstetra, pelo enfermeiro ou pela parteira através do exame de "toque".

É preciso uma dilatação de 10 centímetros do colo do útero para permitir a passagem do bebê.

Como é a dor durante o parto

A dor durante o parto é causada pela contração e distensão dos músculos, variando de acordo com a sensibilidade de cada mulher e a fase do parto. Na fase inicial do parto, a dor é similar a uma cólica muito forte, que costuma acontecer somente durante as contrações, surgindo na parte inferior do abdômen e se espalhando para a região lombar e coxas.

Já na última fase do parto, a dor ocorre na região da lombar, abdômen, nádegas e vagina, sendo mais intensa e profunda e acontece porque os ossos da região pélvica estão sendo movidos e os músculos da região do ânus e vagina são estendidos para permitir a passagem do bebê.

No entanto, algumas técnicas e opções naturais, como massagens, terapia com água morna e aromaterapia, são algumas opções que podem ajudar a diminuir as dores durante o parto. Conheça outras formas de aliviar as dores durante o parto.

Estou em trabalho de parto! E agora?

Ao identificar que está em trabalho de parto é importante levar em consideração o tipo de parto que se planejou junto ao obstetra:

1. Cesárea

Quando a mulher deseja fazer uma cesárea deve informar o obstetra sobre os sintomas que está sentindo enquanto se desloca até o hospital.

Na maior parte dos casos de cesárea, a cirurgia é agendada para alguns dias antes da data provável do parto e, por isso, a mulher pode não apresentar sinais de trabalho de parto.

2. Parto normal

​​Se a mulher planejou o parto normal e descobre que entrou em trabalho de parto, é importante manter a calma e acompanhar o tempo de intervalo e duração das contrações. Isto porque o trabalho de parto normal é demorado e não existe necessidade de ir imediatamente para o hospital após os primeiros sinais, especialmente se as contrações não forem ritmadas e frequentes.

No início do trabalho de parto a mulher pode fazer atividades simples e leves em casa, assim como é recomendado beber bastante água e fazer pequenas refeições. Veja o que comer e o que evitar durante o trabalho de parto.

Quando ir para o hospital

É importante ir para o hospital quando as contrações ficarem muito fortes, durando entre 45 e 60 segundos e surgirem entre 3 e 5 minutos. Durante o trabalho de parto a dor deverá ir aumentando aos poucos, mas quanto mais calma e relaxada a mulher estiver, melhor será o processo de parto.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em janeiro de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • NILSEN, Evenise; SABATINO, Hugo; LOPES, B, M, Maria Helena. Dor e comportamento de mulheres durante o trabalho de parto e parto em diferentes posições. Revista da Escola de Enfermagem da USP. Vol.45. 3.ed; 557-565, 2011
  • MAYO CLINIC. Labor pain: Weigh your options for relief. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/labor-and-delivery/in-depth/labor-pain/art-20044845>. Acesso em 19 jan 2022
Mostrar bibliografia completa
  • INSTITUTO NACIONAL FERNANDES FIGUEIRA- FIOCRUZ. A dor no Parto: significado e Manejos. 2018. Disponível em: <https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/29833/2/A%20DOR%20NO%20PARTO_SIGNIFICADOS%20E%20MANEJO.pdf>. Acesso em 19 jan 2022
  • AMERICAN PREGNANCY ASSOCIATION. What is the First Stage of Labor?. Disponível em: <https://americanpregnancy.org/labor-and-birth/what-is-the-first-stage-of-labor/>. Acesso em 22 abr 2020
  • NHS. Signs that labour has begun. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/pregnancy-and-baby/labour-signs-what-happens/>. Acesso em 22 abr 2020
  • AMERICAN PREGNANCY ASSOCIATION. Signs Of Labor. Disponível em: <https://americanpregnancy.org/labor-and-birth/signs-of-labor/>. Acesso em 22 abr 2020
  • Ana Karina Cavalcanti Nascimento. A hora mais esperada chegou: elaboração de um folder educativo para orientar as gestantes a respeito do trabalho de parto normal. Monografia apresentada ao Curso de Especialização em Linhas de Cuidado em Enfermagem, 2014. Universidade Federal de Santa Catarina.
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.