Retenção urinária: o que é, sintomas e tratamento

A retenção urinária é uma dificuldade para urinar em que a bexiga não esvazia completamente, deixando a pessoa com uma vontade de urinar mais vezes ao dia, dor e desconforto abdominal, sendo mais frequente de acontecer nos homens.

A retenção da urina pode acontecer devido a diversas situações, como presença de pedra na bexiga e/ ou na uretra, uso de alguns medicamentos, consumo exagerado de bebidas alcoólicas ou alterações na próstata, por exemplo. Assim, é importante que a causa da retenção urinária seja identificada para que possa ser indicado o tratamento mais adequado, que pode envolver a colocação de uma sonda (inicialmente) ou realização de cirurgia para tratar a causa e favorecer a eliminação da urina.

Retenção urinária: o que é, sintomas e tratamento

Sintomas de retenção urinária

Os sintomas de retenção urinária estão relacionados com o fato da bexiga não esvaziar completamente, o que impede a eliminação de toda a urina produzida. Assim, os principais sinais e sintomas de retenção urinária são:

  • Vontade frequente para urinar;
  • Dor e desconforto abdominal;
  • Dificuldade para urinar;
  • Jato de urina intermitente;
  • Incontinência urinária.

Na presença desse sinais e sintomas, é importante que o urologista seja consultado para que possa ser feito uma exame físico detalhado e alguns exames laboratoriais como exame de urina e de imagem, como ultrassom, tomografia computadorizada, testes urodinâmicos e electromiograma. Dessa forma, é possível identificar a causa da retenção urinária e ser iniciado o tratamento mais adequado, prevenindo o desenvolvimento de complicações, como infecção urinária, sepse e insuficiência renal, por exemplo.

Retenção urinária: o que é, sintomas e tratamento

Principais causas

A retenção urinária é mais frequente associada a obstruções no trato urinário devido à presença de pedras, no entanto, outras situações que podem impedir o esvaziamento completo da bexiga são:

  • Constrição/ estenose da uretra;
  • Inflamação da uretra e próstata;
  • Uso de medicamentos, como anti-histamínicos, relaxante musculares, antipsicóticos ou antidepressivos;
  • Alterações neurológicas, como AVC, lesões na medula espinhal e esclerose múltipla;
  • Infecção urinária;
  • Após cirurgia do trato urinário;
  • Câncer no útero ou na próstata.

Além disso, nos homens a retenção urinária pode acontecer devido à fimose ou hiperplasia benigna da próstata, enquanto que nas mulheres pode ser consequência de prolapso uterino ou vulvovaginite.

Como é feito o tratamento

O tratamento para retenção urinária deve ser recomendado pelo urologista, sendo normalmente indicada, inicialmente, a colocação de uma sonda na bexiga para conseguir eliminar a urina e aliviar os sintomas no momento. Em seguida, é indicado tratamento mais específico para tratar a causa da retenção.

Para tratar a retenção urinária crônica, o urologista pode colocar uma sonda na bexiga, remover o agente causador da obstrução, receitar antibióticos caso de trate de uma infecção ou remédios que promovem o relaxamento da musculatura lisa da próstata e da uretra. Caso o tratamento não seja eficaz no alívio dos sintomas, pode ser necessário realizar uma cirurgia.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Equipe Tua Saúde - em Dezembro de 2021. Revisão clínica por Rodolfo Favaretto, Urologista - em Dezembro de 2021.

Bibliografia

  • MESKA, Mateus Henrique G.; MAZZO, Alessandra; JORGE, Beatriz Maria et al. Retenção urinária: implicações do treino simulado de baixa fidelidade na autoconfiança do enfermeiro. Rev Esc Enferm USP. Vol 50. 5 ed; 833-839, 2016
  • CUNHA, MARIANA A.; MACHADO, MICHELL M.; NETO, EURICO J. D. Abordagem diagnóstica e terapêutica na obstrução aguda do trato urinário no adulto. 2018. Disponível em: <https://docs.bvsalud.org/biblioref/2018/02/879388/abordagem-diagnostica-e-terapeutica-na-obstrucao-aguda-do-trato_hDRYOZJ.pdf>. Acesso em 12 Mai 2021
Mais sobre este assunto: