Retenção urinária: o que é, sintomas e tratamento

A retenção urinária é uma dificuldade para urinar em que a bexiga não esvazia completamente, deixando a pessoa com uma vontade de urinar mais vezes ao dia, dor e desconforto abdominal, sendo mais frequente de acontecer nos homens.

A retenção da urina pode acontecer devido a diversas situações, como presença de pedra na bexiga e/ ou na uretra, uso de alguns medicamentos, consumo exagerado de bebidas alcoólicas ou alterações na próstata, por exemplo. Assim, é importante que a causa da retenção urinária seja identificada para que possa ser indicado o tratamento mais adequado, que pode envolver a colocação de uma sonda (inicialmente) ou realização de cirurgia para tratar a causa e favorecer a eliminação da urina.

Retenção urinária: o que é, sintomas e tratamento

Sintomas de retenção urinária

Os sintomas de retenção urinária estão relacionados com o fato da bexiga não esvaziar completamente, o que impede a eliminação de toda a urina produzida. Assim, os principais sinais e sintomas de retenção urinária são:

  • Vontade frequente para urinar;
  • Dor e desconforto abdominal;
  • Dificuldade para urinar;
  • Jato de urina intermitente;
  • Incontinência urinária.

Na presença desse sinais e sintomas, é importante que o urologista seja consultado para que possa ser feito uma exame físico detalhado e alguns exames laboratoriais como exame de urina e de imagem, como ultrassom, tomografia computadorizada, testes urodinâmicos e electromiograma. Dessa forma, é possível identificar a causa da retenção urinária e ser iniciado o tratamento mais adequado, prevenindo o desenvolvimento de complicações, como infecção urinária, sepse e insuficiência renal, por exemplo.

Retenção urinária: o que é, sintomas e tratamento

Principais causas

A retenção urinária é mais frequente associada a obstruções no trato urinário devido à presença de pedras, no entanto, outras situações que podem impedir o esvaziamento completo da bexiga são:

  • Constrição/ estenose da uretra;
  • Inflamação da uretra e próstata;
  • Uso de medicamentos, como anti-histamínicos, relaxante musculares, antipsicóticos ou antidepressivos;
  • Alterações neurológicas, como AVC, lesões na medula espinhal e esclerose múltipla;
  • Infecção urinária;
  • Após cirurgia do trato urinário;
  • Câncer no útero ou na próstata.

Além disso, nos homens a retenção urinária pode acontecer devido à fimose ou hiperplasia benigna da próstata, enquanto que nas mulheres pode ser consequência de prolapso uterino ou vulvovaginite.

Como é feito o tratamento

O tratamento para retenção urinária deve ser recomendado pelo urologista, sendo normalmente indicada, inicialmente, a colocação de uma sonda na bexiga para conseguir eliminar a urina e aliviar os sintomas no momento. Em seguida, é indicado tratamento mais específico para tratar a causa da retenção.

Para tratar a retenção urinária crônica, o urologista pode colocar uma sonda na bexiga, remover o agente causador da obstrução, receitar antibióticos caso de trate de uma infecção ou remédios que promovem o relaxamento da musculatura lisa da próstata e da uretra. Caso o tratamento não seja eficaz no alívio dos sintomas, pode ser necessário realizar uma cirurgia.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde em Dezembro de 2021. Revisão clínica por Rodolfo Favaretto, Urologista em Dezembro de 2021.

Bibliografia

  • MESKA, Mateus Henrique G.; MAZZO, Alessandra; JORGE, Beatriz Maria et al. Retenção urinária: implicações do treino simulado de baixa fidelidade na autoconfiança do enfermeiro. Rev Esc Enferm USP. Vol 50. 5 ed; 833-839, 2016
  • CUNHA, MARIANA A.; MACHADO, MICHELL M.; NETO, EURICO J. D. Abordagem diagnóstica e terapêutica na obstrução aguda do trato urinário no adulto. 2018. Disponível em: <https://docs.bvsalud.org/biblioref/2018/02/879388/abordagem-diagnostica-e-terapeutica-na-obstrucao-aguda-do-trato_hDRYOZJ.pdf>. Acesso em 12 Mai 2021
Mais sobre este assunto: