Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Retardo mental moderado: Características e Tratamentos

O retardo mental moderado é quando a pessoa apresenta um quociente de inteligencia (QI) entre 35 e 55. Assim, as pessoas afetadas apresentam uma maior lentidão para aprender a falar ou sentar, mas se receberem o tratamento e apoio adequados, conseguem viver com alguma independência.

No entanto, a intensidade e o tipo de apoio devem ser estabelecidos de forma individual, porque alguma vezes pode ser preciso apenas uma pequena ajuda, para que consiga estar integrado e ser independente nas suas atividades diárias básicas, como conseguir se comunicar, por exemplo. 

Retardo mental moderado: Características e Tratamentos

Sinais, sintomas e características

Para identificar o retardo mental moderado deve-se realizar o teste de QI, após os 5 anos de idade, que deve ser orientado pelo neurologista e apresentar dificuldade em, pelo menos, 2 das seguintes áreas:

  • comunicação, autocuidados, habilidades sociais/interpessoais,
  • auto-orientação, rendimento escolar, trabalho, lazer, saúde e segurança.

O QI é considerado normal acima de 85, sendo caracterizado como retardo mental quando encontra-se abaixo de 70. Quando a criança ou bebê apresenta estes sinais mas ainda não completou 5 anos de idade, deve-se dizer que ela apresenta um atraso no desenvolvimento, mas isso não quer dizer que todas as crianças com atraso no desenvolvimento psicomotor tenham algum grau de retardo mental. 

O que causa 

As causas do retardo mental moderado nem sempre podem ser identificadas, mas podem estar relacionadas com:

  • Alterações genéticas, como a Síndrome de Down ou espinha bífida;
  • Devido a alguma doença congênita;
  • Uso de drogas, medicamentos ou abuso de bebidas alcoólicas durante sua gravidez;
  • Infecção no sistema nervoso central;
  • Malformação cerebral;
  • Falta de oxigenação cerebral durante o parto ou
  • Traumatismo craniano, por exemplo. 

Assim, pode-se concluir que o retardo mental não pode ser evitado, especialmente porque pode surgir devido a alguma alteração genética. Mas ter uma gravidez planejada, saudável e uma boa assistência durante o parto pode diminuir o risco de doenças, abusos, traumatismos, e consequentemente diminui o risco da mulher ter um filho com essa condição. 

Tratamentos para Retardo Mental Moderado

Retardo mental moderado: Características e Tratamentos

O retardo mental ão tem cura, mas o tratamento pode ser feito para melhorar os sintomas, a qualidade de vida da própria pessoa e da família, e trazer alguma independência na realização de tarefas como o auto-cuidado, como tomar banho, ir ao banheiro, escovar os dentes e se alimentar, por exemplo. Assim, é indicado:

1. Psicomotricidade

O tratamento com sessões de psicomotricidade, onde são realizados exercícios e terapias que ajudam no desenvolvimento motor e cerebral da criança. 

2. Medicamentos 

O pediatra pode receitar medicamentos que possam ajudar a diminuir a hiperatividade e o autismo, se houver necessidade. Muitas vezes a pessoa afeta também apresenta crises epiléticas, que podem ser contornadas com os remédios indicados pelo médico. 

3. Outras terapias 

O comportamento auto-agressivo é muito comum nas crianças e adolescentes com retardo mental, assim os pais podem observar que a criança se bate, quando apresenta alguma dor, mas ainda que não tenha nenhuma dor, pode bater com as mãos na cabeça quando deseja algo que não consegue expressar. Assim, a terapia ocupacional e a fisioterapia psicomotora também podem ajudar a melhorar a comunicação com a criança diminuindo estes episódios agressivos. 

As crianças com retardo mental moderado não podem estudar numa escola comum, sendo indicado o ensino especial, mas dificilmente dominam a leitura, escrita e cálculos matemáticos, mas podem se beneficiar do relacionamento com a professora adequada e outras crianças na sala. 

Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar