Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Resveratrol: o que é, para que serve e como consumir

Revisão médica: Drª. Ana Luiza Lima
Cardiologista
dezembro 2022

O resveratrol é um fitonutriente encontrado em algumas plantas e frutos e que possui ação antioxidante e anti-inflamatória, podendo ser encontrado no suco de uva natural, no vinho tinto e no cacau, ou ser obtido através do uso de suplementos.

O resveratrol possui diversos benefícios para a saúde, já que possui poder antioxidante e protege o organismo contra o estresse oxidativo, combatendo a inflamação e ajudando a prevenir alguns tipo de câncer, melhorar a aparência da pele e diminuir os níveis de colesterol no sangue, proporcionando bem-estar.

Assim, os alimentos fontes de resveratrol podem fazer parte da alimentação do dia a dia. No caso do suplemento, antes de iniciar o seu uso, o médico ou nutricionista deve ser consultado para avaliar a necessidade do seu uso e a quantidade diária recomendada.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve o resveratrol

As propriedades do resveratrol incluem a ação antioxidantes, anticancerígena, antiviral, protetora, anti-inflamatória, neuroprotetora, fitoestrogênica e anti-envelhecimento. Por esse motivo, o resveratrol pode trazer diversos benefícios para a saúde, sendo os principais:

  • Melhora a aparência da pele e prevenir o envelhecimento precoce;
  • Ajuda a purificar e desintoxicar o organismo, facilitando a perda de peso;
  • Protege o organismo contra doenças cardiovasculares, já que melhora o fluxo de sangue devido ao fato de relaxar os músculos dos vasos sanguíneos;
  • Ajuda a reduzir o colesterol LDL, popularmente conhecido como colesterol ruim;
  • Melhora a cicatrização de ferimentos;
  • Evita doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer, a doença de Huntington e de Parkinson;
  • Ajuda a combater inflamações no organismo;
  • Ajuda a prevenir o câncer, como o de cólon e o de próstata, pois é capaz de suprimir a proliferação de várias células tumorais.

É importante ter em mente que apenas o consumo de alimentos fontes de resveratrol não é suficiente para garantir os benefícios, sendo fundamental que a pessoa tenha uma alimentação saudável e equilibrada e pratique atividade física de forma regular.

Alimentos ricos em resveratrol

O resveratrol pode ser encontrado naturalmente em diversos alimentos, sendo os principais:

  • Vinho tinto;
  • Uvas roxas;
  • Suco de uva natural;
  • Cacau;
  • Chocolate amargo;
  • Pistache;
  • Amendoim;
  • Cranberry (arando);
  • Blueberry.

Esses alimentos podem ser inseridos na alimentação do dia a dia de acordo com a orientação do nutricionista.

Como consumir

Os alimentos ricos em resveratrol podem ser consumidos em sua forma natural ou serem usados para preparar receitas, como geleias, pastas e/ ou sobremesas, por exemplo. No caso do vinho tinto, a recomendação é que seja tomada apenas 1 tacinha de vinho por dia ou conforme a orientação do médico ou nutricionista.

Em relação ao suplemento, é importante seguir a recomendação do médico ou do nutricionista para que seja indicada a quantidade e a dose mais indicada de acordo. De forma geral, a dose indicada em pessoas saudáveis varia entre 30 e 120 mg/ dia, não devendo exceder a quantidade de 5 g/dia.

Efeitos secundários e contraindicações

O excesso de resveratrol pode causar transtornos gastrointestinais, como diarreias, náuseas ou vômitos.

Os suplementos de resveratrol não devem se usados por crianças, mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Além disso, pessoas que usam remédios como anticoagulantes, estatinas, anti-histamínicos, imunossupressores e anti-inflamatórios, como aspirina, ibuprofeno, diclofenaco e naproxeno, devem evitar o uso de suplementos com resveratrol. Isso porque esses suplementos podem potencializar ou diminuir o efeito desses medicamentos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em dezembro de 2022. Revisão médica por Drª. Ana Luiza Lima - Cardiologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • BURNS, Jennifer; YOKOTA, Takao; ASHIHARA, Hiroshi et al. Plant Foods and Herbal Sources of Resveratrol. Journal of Agricultural and Food Chemistry. Vol 50. 11 ed; 3337-3340, 2002
  • COLICA, Carmela; MILANOVIC, Maja; MILIC, Natasa et al. A Systematic Review on Natural Antioxidant Properties of Resveratrol . Natural Product Communications Vol. 13 (9) 2018. Vol 13. 9 ed; 1195-1203, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • LYONS, Mary M.; YU, Chongwoo; TOMA, R. B. et al. Resveratrol in Raw and Baked Blueberries and Bilberries. Journal of Agricultural and Food Chemistry. Vol 50. 20 ed; 5867-5870, 2003
  • SALEHI Bahare et al. Resveratrol: A Double-Edged Sword in Health Benefits. Biomedicines. 6. 3; 1-20, 2018
  • DOLINSKY Manuela. Nutrição Funcional. 1º. Brasil: Roca, 2009. 56-57.
  • EXAMINE. Resveratrol. Disponível em: <https://examine.com/supplements/ginkgo-biloba/>. Acesso em 25 out 2019
Revisão médica:
Drª. Ana Luiza Lima
Cardiologista
Médica Cardiologista, formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional nº CRM/PE – 16886. 

Tuasaude no Youtube

  • Como escolher melhor o VINHO

    07:02 | 20990 visualizações